Huawei Mate 10 Pro – 5 motivos para não comprar o smartphone

Bruno Coelho
Huawei Mate 10 Pro Smartphone
Estes são 5 motivos que podem levar a um deal breaker com este smartphone.

O Huawei Mate 10 Pro é um dos melhores smartphones que podes comprar dentro de pouco tempo. Embora estejamos a falar de um passo à frente por parte da Huawei, qualquer dispositivo tem os seus pontos fracos. Não há smartphones perfeitos, e o Mate 10 Pro não o é. No entanto, é cada vez mais difícil encontrar debilidades num dispositivo nesta gama de preço.

Depois de termos feito as 5 razões para comprares o novo topo de gama da Huawei, trago-te agora o contraditório. Pedimos a atenção ao leitor, pois num terminal desta gama, o mais pequeno pormenor é ponto menos positivo e pode ser um deal breaker. Portanto, o que para mim é negativo, para outro utilizador pode não ser.

Vê ainda: HTC U11 Life e HTC U11 Plus – Serão estas as próximas apostas da HTC?

1. Não tem carregamento sem fios

Esta característica começa a ser cada vez mais comum. O meu Galaxy S6 de 2015 tem essa possibilidade. Numa altura em que até a Apple se rendeu, é com tristeza que vejo este terminal a não avançar para essa tecnologia.

É verdade que houve uma aposta no carregamento rápido, mas este pode ser um deal breaker para um utilizador habituado a usar esta tecnologia. E mais: um terminal que passou de metal para vidro seria obrigatório abarcar esta forma de carregamento.

2. Não filma em 4K a 60fps

Eu percebo perfeitamente que esta não seja uma necessidade para todos e que é preciso um grande processador. No entanto, desde que os novos iPhones saíram que passo a exigir esta funcionalidade a qualquer novo topo de gama. Ainda para mais nesta faixa de preço e com a publicidade feita ao Kirin 970.

A câmara desta máquina é uma mais valia a nível de inteligência artificial. No entanto, em vídeo, o 4K a 60fps tem de começar a ser padrão num phablet nesta faixa de preço.

3. A EMIU é muito iOS

Sim, o user interface. É uma questão de gosto, mas não sou o maior fã. Para além de ser muito parecido ao iOS não o acho o mais funcional. E para este tamanho de ecrã, também não estamos perante uma UI otimizada a esse ponto. E aquele joystick é, no mínimo, questionável.

Este ponto é talvez o menos relevante de todos, mas tamanho-usabilidade devem estar em sintonia quando se fala em smartphones.

4. Não suporta microSD

Este é um ponto que não me faz comichão. Até porque 64/128GB são mais que suficientes atualmente. No entanto, há muitos utilizadores que gostam de expandir ainda mais a sua memória através de microSD. E convenhamos, se o Mate 10 tem quase o mesmo tamanho e tem esta funcionalidade, soa estranho o Pro não ter.

5. Não tem entrada audio jack 3.5mm

Este parece-me o ponto que pode ser o maior deal breaker de todos. É algo a que a maioria dos utilizadores ainda está ligada e que ainda não me parece assim tão dispensável.

O maior 'deal breaker' em relação ao Huawei Mate 10 Pro pode ser a falta da entrada de áudio 3.5mm neste smartphone

No entanto, depois de ver Apple e Google a largar esta entrada, é uma questão de tempo até todo o mercado ir atrás. Vamos ver até quando a Samsung aguenta. Mas convenhamos, ninguém quer andar com um adaptador atrás e não poder carregar o smartphone ao mesmo tempo que ouve música.

Estes são alguns pontos que vi como menos positivos. É difícil chamar a alguns deles negativos. Parece-me que o carregamento sem fios ou a entrada 3.5mm podem ser aqueles que gerarão mais consenso quanto à negatividade.

Diz-nos nos comentários o que pensas acerca destes pontos sobre o smartphone em questão e que outros poderiam figurar na lista.

Outros assuntos relevantes:

ASUS ROG Swift PG27VQ – Eis o novo monitor Gaming curvo de 27″

Nokia 3 está a receber nova barra de pesquisa Google e mais novidades!

Opinião – Eu adoro a Google, mas não quero vê-la tornar-se numa parasita

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Ultimate Team é o seu atual saco de boxe, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.