Home Android

Huawei: ‘Herdeira do trono’ poderá ser condenada até 30 anos de prisão

Huawei Prisão 30 anos herdeira
‘Herdeira do trono’ da Huawei pode enfrentar até 30 anos de prisão

Quando se pensava que as divergências entre a Huawei e os Estados Unidos não poderiam ficar piores. Surgiram as notícias de que Meng Wanzhou – Diretora Financeira da Huawei e filha do fundador da empresa – havia sido detida no Canadá a pedido do governo norte-americano.

Agora, surgiram mais detalhes (assustadores) sobre as acusações que Wanzhou enfrenta, durante a audiência de fiança. De acordo com as mais recentes informações, a Diretora Financeira está a ser acusada de fraude e poderá ser condenada até 30 anos de prisão.

Vê ainda: Huawei enfrenta problemas em todos estes países

Ao que parece, de acordo com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, Wanzhou permitiu que a SkyCom (subsidiária da Huawei) operasse no Irão. Esta acção, violou diretamente as sanções que foram aplicadas à fabricante por parte dos EUA.

“Herdeira do trono” da Huawei poderá ser sentenciada até 30 anos de prisão

Este verdadeiro pesadelo da fabricante chinesa já se arrasta desde 2016. Onde os Estados Unidos veem as fortes ligações da marca com o governo chinês como uma verdadeira ameaça à segurança nacional.

De acordo com Larry Kudlow em entrevista à CNBC, o governo norte-americano avisou a Huawei em múltiplas ocasiões sobre esta situação. Afirmando que por várias vezes enviaram avisos oficiais sobre a violação das sanções iranianas.

Durante a audiência de fiança no tribunal canadiano, o Departamento de Justiça alegou que não deveria ser estabelecida qualquer fiança. Uma vez que Meng Wanzhou tem mais do que motivos para ‘fugir’ do Canadá. Por outro lado, o advogado da “herdeira do trono” da Huawei afirmou que ela não iria humilhar o seu pai ao quebrar uma ordem do tribunal.

Herdeira do trono da Huawei Estados Unidos China

Não há dúvida que a situação da gigante chinesa e da sua Diretora Financeira parece piorar a cada dia que passa. Wanzhou poderá eventualmente ser extraditada para os Estados Unidos, no entanto este processo poderá demorar várias semanas a ser concretizado. Mesmo após a sua extradição, irá continuar a enfrentar as sérias acusações de fraude. Que lhe poderão trazer até 30 anos de encarceramento.

Editores 4gnews recomendam:

Depois da Samsung e Huawei, mais uma marca trará um ‘buraco no ecrã’

Mate 20 Pro fica ainda melhor com nova atualização

Nova tecnologia mistério será apresentada em breve pela Honor

Fonte (2) | Via

Nascido em Sintra e a viver em Londres, amante do mundo Android desde o velhinho Galaxy S1 e apaixonado por tudo o que tecnologia envolve. No tempo livre o mais importante é sem dúvida família, música, natureza e... Xbox!