A Huawei desvendou há semanas o Huawei P10 na Mobile World Congress em Barcelona. Embora o smartphone ainda nem sequer esteja nas prateleiras do mercado, já se fala na sequela do terminal.

A empresa chinesa tem escolhido Londres para a apresentação da gama P. Aconteceu assim com o Huawei P8 e P9, contudo, a marca antecipou o lançamento do Huawei P10, aproveitando o facto da Samsung não ter marcado uma presença séria na MWC deste ano.

Vê ainda: OnePlus 4: Será este o primeiro “Teaser”?

   

O HuaweiP10 é garantidamente um dos smartphones mais interessantes que já tive a oportunidade de testar. Neste momento utilizo o terminal como segundo equipamento e começará já hoje a apoderar-se do meu cartão principal para tirar as minhas conclusões para a review. Huawei P10

 

Bruce Lee (ya eu sei) VP da linha de produto da Huawei, referiu numa entrevista ao Android Central que a empresa chinesa tenciona apresentar as próximas linhas de smartphones gama “P”, na maior feira mobile do mundo.

Não me estranha que assim o faça. Ao marcar presença neste tipo de feiras de uma forma séria, não só teve os holofotes de todos os media mundiais, como arrecadou uma enorme quantidade de prémios de prestigio.

A 4gnews foi um dos representantes media que distinguiu a Huawei e o P10 com o prémio de “Best Of MWC17”. Embora a nossa review ainda esteja no forno, posso-vos garantir que este é um dos smartphones mais espetaculares que já tive a oportunidade de testar.

Aparentemente para o ano lá estaremos novamente na MWC com um novo Huawei para vos presentear com um vídeo de hands-on e primeiras impressões!

Outros assuntos relevantes:

OnePlus 4: O silêncio do autor do wallpaper dá-nos esperança

Nokia 8: topo de gama de marca poderá chegar em junho

Agora sim! Asus Zenfone 3 já está a receber o Android Nougat

FonteAndroid Central
Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.