Huawei ataca o Samsung Galaxy Note 9 pela falta de evolução

Filipe Alves

O Samsung Galaxy Note 9 chegou ontem e não foram só os fãs da empresa sul-coreana que estavam curiosos. Os concorrentes, tal como a Huawei, também ansiavam a revelação deste terminal.

Não deixa de ser engraçado imaginar os CEO's de fabricantes concorrentes grudados ao computador para ver as apresentações dos terminais que lhes farão frente. Pois bem, a Huawei teve algo a dizer.

Vê ainda: PUBG Mobile Lite: Versão para os smartphones Android menos potentes

Embora não seja muito a favor desta política de "devias ter vergonha", política que a Samsung pratica constantemente com a Apple nas suas publicidades, a Huawei até tem uma dose de verdade naquilo que refere.

O tweet da empresa chinesa mostrou numa fotografia o Huawei P10 Plus e P20 Pro com uma frase que dizia: "Demos um salto quando lançamos o #HuaweiP20Pro, acreditamos em verdadeiras atualizações que farão a diferença todos os dias. Tal como uma câmara tripla com 40MP, zoom de 5x e muito mais. Imagine o que virá a seguir..."

Huawei promete que o Mate 20 terá mais evolução que o Samsung Galaxy Note 9

A Huawei estava claramente a criticar a falta de evolução do Samsung Galaxy Note 9 face ao Note 8. A evolução foi demasiado pequena e referimos isso em quase todos os nossos artigos.

Temos uma SPen melhorada, temos um sensor biométrico bem colocado e temos a possibilidade de ativar a DeX sem necessidade do PAD. Ou seja, o terminal é bom mas as evoluções são demasiado escassas. Não faria mal adiar esta apresentação para quando tivessem verdadeiras evoluções implementadas.

Contudo, sensor biométrico no ecrã e carregamento sem fios.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Fortnite para Android: Estes serão os smartphones compatíveis

Android Pie: BQ confirma os smartphones que receberão a atualização

Google Fotos prepara-se para ter mais funcionalidades

Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.