huawei_kirinevent

Ao olharmos para o mercado dos processadores utilizados nos smartphones, as marcas mais influentes são a Qualcomm e a MediaTek. Contudo existem outras marcas com produtos de igual capacidade. Senão vejamos o sucesso que o Exynos 7420 da Samsung obteve ao ser incluído no Galaxy S6.

Mas a Huawei possui também a sua própria gama de processadores, os Kirin, que têm vindo a ser utilizados nos equipamentos da casa. Como manda a evolução, está na hora de lançar um novo processador de topo, o Kirin 950, que deverá acontecer já no dia 5 de novembro.

   

A marca #chinaaopoder começou já a enviar os respetivos convites aos media nacionais para o evento em causa e a imagem associada aos mesmos foi descoberta na rede social Weibo. Como podem ver pela imagem no topo do artigo, apesar de estar em mandarim, é bem percetível a data 2015.11.5 e a imagem dos Kirin por entre as nuvens.

Huawei-HiSilicon-KirinOra assim sendo, o produto em causa será certamente o novo topo de gama Kirin 950, um processador de 16nm octa-core, produzido pela TSMC. Este processador será composto por quatro núcleos Cortex-A72 a 2.4GHz e outros quatro Cortex-A53. A nível gráfico teremos uma GPU Mali-T880 e suportará ainda 4GB de RAM LPDDR4, Cat.10 LTE e ainda câmaras fotográficas principais até 42MP.

Para terem uma ideia do potencial reunido neste Kirin 950, os benchmarks já efetuados ao mesmo entregaram-nos pontuações de 6096 em teste multi-core e 1909 em single-core. Estes resultados ultrapassam o todo poderoso Exynos 7420, o que acaba por ser natural, já que o SoC da Samsung está um ano atrás deste novo Kirin, mas sem tirar qualquer mérito ao trabalho feito pela Huawei.

Com a apresentação deste novo processador, ficamos a aguardar pelos primeiros equipamentos a incorporá-lo, o que poderá acontecer ainda este ano com o lançamento do novo Huawei Mate 8.

Talvez querias ver:

😉

ViaGforGames
FonteWeibo
O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal mata-tempo.