Huawei afirma-se perante a Apple mesmo com o mercado em recessão

Rui Bacelar
smartphones Huawei Apple Samsung Android Oreo Go Edition Escolha do consumidor Android Xiaomi Huawei Mate 10 Pro Android Oreo
A tecnológica chinesa soube manter-se firme.©reuters

O mercado global de smartphones está em recessão. Nesse sentido apontam os mais recentes relatórios da International Data Corporation (IDC) bem como da Strategy Analytics. Todavia, marcas como a Huawei conseguiram manter-se firmes face à Apple e encurtando a distância face à Samsung.

Em primeiro lugar, já aqui abordamos as mais recentes conclusões avançadas pela IDC, mostrando o desempenho do mercado de smartphones. Nesse sentido daríamos conta da contração em cerca de 6% do volume de smartphones vendidos no 3º trimestre de 2018.

Vê ainda: Xiaomi já vendeu mais de 100 milhões de smartphones Android em 2018

Todavia, agora temos mais dados, temos outra fonte que nos permite aprofundar as nossas conclusões sobre este tema. Mais concretamente, é graças ao mais recente relatório da Strategy Analytics que podemos confirmar a recessão no mercado de smartphones.

Com ambos os relatórios a apontarem uma quebra generalizada no volume de smartphones vendidos, vemos também que algumas empresas escapam a esta tendência. Veja-se o caso de sucesso da Xiaomi ou mesmo da Huawei que se mantém firme perante a Samsung e a Apple.

Huawei afasta-se da Apple e aproxima-se da Samsung

Durante o 3º trimestre de 2018 o volume de smartphones vendidos caiu entre 6 a 8%. Aqui sobretudo à quebra de vendas da Samsung e à forte contração do maior mercado mundial de smartphones, a China. Por conseguinte, entre julho e setembro de 2018 foram vendidos 355 a 360 milhões de smartphones em todo o mundo. Em suma, temos mais um trimestre de quedas, o quarto consecutivo. Algo que já começa a despertar um sentimento de alerta generalizado entre as principais fabricantes de dispositivos móveis.

Xiaomi Apple Samsung Huawei
Os dados foram agora avançados pela agência Strategy Analytics

Aliás, os próprios analistas de mercados começam a apresentar sérias dúvidas sobre se alguma vez o mercado recuperará. Fora de questão está uma recuperação rápida de um trimestre para o outro, aprofundando-se sim, a saturação deste mercado.

Huawei e Xiaomi contrariam a recessão no mercado de smartphones

Todavia, importa frisar aqui em primeiro lugar que nem todas as fabricantes de smartphones estão a sofrer. Ainda que seja notório um alargamento do período entre troca de equipamentos, fruto do aumento da vida útil dos mesmos, algumas fabricantes permanecem imunes a este efeito.

Nesse sentido temos fabricantes como a Huawei bem como a Xiaomi, duas marcas que se impõe perante a Samsung e a Apple. Aliás, a Huawei cresceu 32% no seu volume de vendas face ao período homólogo de 2017. Já a Xiaomi cresceu cerca de 20%.

IDC smartphones mercado Huawei Mate 20 Pro Android Pie Samsung
A chinesa Huawei é uma das poucas fabricantes a contrariar esta tendência de queda.

Em suma, a Huawei acabou por alargar a sua vantagem sobre a Apple e aproximar-se ainda mais da Samsung. Mais concretamente, a Huawei vendeu mais 5 milhões de smartphones do que a Apple durante o trimestre em análise.

Samsung registou a maior queda mas continua no topo do mercado de smartphones

Em primeiro lugar continua a Samsung, para já com uma vantagem ainda muito confortável sobre ambas as rivais - Huawei e Apple. Todavia, a Samsung foi a marca que mais sofreu durante este trimestre em análise.

Mais concretamente, a Samsung registou uma quebra de 13% na venda de smartphones face ao período homólogo de 2017. Caiu também cerca de 2 pontos percentuais na sua quota de mercado, agora com pouco mais de 20%.

Em suma, a Samsung pode recuperar um pouco no último trimestre de 2018 tendo em conta a chegada do seu novo Galaxy Note 9. Todavia, terá que enfrentar a concorrência da linha Huawei Mate 20 bem como os novos iPhone XS, XS Max e XR da Apple.

Editores 4gnews recomendam:

Smartphone dobrável da Samsung: Mais informações do equipamento

Galaxy S10 abandonará uma das piores características do S9

Samsung poderá utilizar tecnologia da HTC em futuros smartphones

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Desenvolveu desde cedo o gosto pela escrita e comunicação. Em leis formado, tem como hobbies a aquariofilia e a música. Mas é na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e no Pplware a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.