Huawei AppGallery já está atrás de Google e Apple nas lojas mais populares

Bruno Coelho
Comentar

O ano de 2019 foi tempo de mudanças no segmento mobile para a Huawei. Aquele que parecia ser o ano em que a empresa chinesa se afirmaria como a maior fabricante mundial de smartphones, acabou por ser o período em que o mais que mais se discutiu foi o seu banimento por parte dos Estados Unidos.

Tal levou a que a Huawei ficasse impedida de usar os serviços da Google, incluindo a sua loja de aplicações – a Play Store. A Huawei viu-se obrigada a apostar todas as fichas na sua própria loja – a AppGallery – e parece já estar a colher os frutos.

Segundo uma press release agora revelada pela Huawei, a AppGallery já e a terceira loja de aplicações mais usada no segmento mobile. Apenas atrás da Play Store, da Google, e da App Store, da Apple.

AppGallery já tem 400 milhões de utilizadores mensais, segundo a Huawei

A empresa viu-se obrigada a cativar programadores em pouco tempo, sendo que a sua loja já tem algumas das principais apps que usamos diariamente. Os números oficiais dizem que a AppGallery já tem 400 milhões de utilizadores mensais, e podem ser encontradas 55 mil apps na loja.

O facto de não ter aplicações da Google será sempre um redondo não para a esmagadora maioria dos utilizadores ocidentais. Contudo, não deixa de ser notável a rápida progressão deste serviço em tão pouco tempo.

Os Huawei Mobile Services já estão disponíveis em 170 países, onde Portugal se inclui. O primeiro smartphone a chegar ao mercado com estas condicionantes foi o Mate 30 Pro, e o novo dobrável Mate Xs é a mais recente coqueluche a usar os serviços proprietários da marca.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Football Manager e o cinema são dois dos seus escapes, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.