HTC U Ultra; Imagem: CNET
HTC U Ultra; Imagem: CNET

O HTC U Ultra é o mais recente smartphone topo de gama da HTC. Muitos poderão criticar a forma como estes não terão o melhor aproveitamento do tamanho do dispositivo (a entrada de áudio 3.5mm não chegou a este terminal), mas a verdade é uma: o smartphone é resistente e o seu ecrã em safira poderá ser um dos ecrãs com maior resistência a riscos do mercado.

Para comprovar que a HTC não está a mentir sobre a resistência do ecrã deste smartphone premium na sua versão com ecrã em safira, Zack Nelson pôs à prova o terminal nos seus habituais testes no seu canal no Youtube, JerryRigEverything. E os resultados são impressionantes.

Ver ainda: Nova imagem do iPhone 8 revela o que poderá esperar-se do terminal

   

Na escala utilizada pelo autor do video, a maioria dos smartphones aguentam riscos até ao nível 6, sendo atualmente o standard do mercado. No entanto, um ecrã coberto em safira é consegue aguentar o contacto com materiais com tendência a danificar ainda mais o ecrã, sendo que este ecrã apenas recebe marcas a partir do nível 8.

Poucas são as companhias que apostam nesta cobertura tão resistente para os seus dispositivos. Uma das companhias que tentou fornecer ecrãs com esta qualidade e cobertura em safira para a Apple acabou mesmo por falir. Isto enaltece ainda mais o feito da HTC.
O HTC U Ultra Sapphire é uma edição especial que apenas estará disponível em alguns mercados, sendo mais caro (naturalmente) que o modelo “normal”. Isto coloca de lado o problema que seria a produção em massa, pois o desenvolvimento e produção de ecrãs em safira é um dos mais exigentes para as marcas.

Aliás, torna-se muito mais simples a produção de pequenas partes em safira. Veja-se o exemplo do Home Button ou da vidro que protege a câmara do iPhone 7, ambos protegidos por vidro de safira. Apesar da enorme resistência que esta característica cria no smartphone, muitos consideram que não torna, só de si, o terminal como um dos produtos mais apetecíveis do mercado.

Relembramos que o HTC U Ultra chegou ao mercado no passado mês de fevereiro com um ecrã Quad HD de 5.7 polegadas acompanhado por um ecrã secundário, integrando o processador Qualcomm Snapdrgon 821, 4GB de RAM e 64 ou 128GB de memória interna.

HTC U Ultra

A bateria de 3000 mAh foi considerada pelos críticos bastante pequena, especialmente se considerarmos o tamanho massivo do smartphone e o exigente ecrã que este carrega. Com um sensor fotográfico traseiro de 12MP (a não inclusão de uma dual-câmara não agradou aos fãs) com estabilização ótica de imagem, autofocus e uma abertura f/1.8 e ainda uma câmara frontal de 16MP, a lista de especificações deste terminal fica completa.

Apesar de não ser o smartphone mais bem pensado do mercado, há que dar algum crédito à HTC. O HTC U Ultra é um dos mais belos terminais a circular nas lojas e esta característica na sua edição exclusiva poderá ser um primeiro passo para um futuro em que não precisaremos de utilizar uma película no ecrã dos nossos dispositivos pessoais para os proteger contra riscos.

O que achas deste ecrã resistente do HTC U Ultra? Deixa nos comentários a tua opinião e vê abaixo como este terminal se comporta nos testes de JerryRigEverything.

Outros temas relevantes:

Motorola: problemas no Moto G4 Plus podem levar à troca pelo Moto Z Play

Aplicação “Fotografias” da Microsoft recebe design do Projeto Neon

OnePlus 3T “Midnight Black”: A versão que não podes mais comprar