htc-j-butterfly

 

A HTC enfrentou duras e merecidas críticas ao lançar o seu topo de gama para 2015, o HTC One M9 com umas especificações semelhantes à do seu antecessor, com um design ainda mais semelhante e praticamente sem qualquer factor surpresa. Fosse desleixo ou confiança a mais num design altamente aclamado, no ano anterior, a marca deu de caras com a triste realidade de que poucos consumidores escolhem os seus produtos.

   

No entanto, para um mercado tão exigente como o japonês, a HTC decidiu criar a lançar em solo nipónico uma borboleta bem apetrechada. O HTC J Butterfly foi anunciado há poucos momentos, um exclusivo para este país e que incorpora umas especificações técnicas de tirar o fôlego, ou isso ou é apenas exibicionismo da marca taiwanesa.

Começando pelo ecrã de 5.2 polegadas Super LCD3 do HTC J Butterfly com uma resolução Quad-HD (QHD), com o processador Snapdragon 810, um octa-core a 64-bits, auxiliado por 3 GB de memória RAM e 32 GB de memória interna que podem ser ampliados até 128 GB via microSD.

Até aqui, tudo bastante interessante, no entanto para um ecrã com menos de 5.5 polegadas é questionável a necessidade de uma tela Quad-HD mas vá, as novidades não se ficam por aqui. Se gostas de capturar fotos com o smartphone fica sabendo que tens 3 câmaras neste HTC J Butterfly, uma frontal de 13 MP com flash, para as selfies e um sensor duplo na traseira de 20.2 MP, para uma focagem extra rápida, possibilitando a gravação de vídeo a 2160p (4K).

 

Bom, já chega de especificações vistosas não acham? Ora bem, este HTC J Butterfly possui ainda certificação IP55/57 que lhe conferem uma boa protecção contra água e pó, estando disponível em Azul, Branco e Vermelho, pesando 162 gramas e medindo  151×73×10.1mm, este equipamento é um “all-in” da marca em termos de especificações.

Para finalizar, temos aqui uma bateria de 2700mAh, sinceramente com uma espessura de 10.1 milímetros e com um ecrã Quad-HD poderiam e deviam ter optado por uma bateria com maior capacidade, pelo menos 3000 mAh, a menos que o Android 5.0 Lollipop faça milagres na gestão de energia.

Posto isto, gostariam de ver este  HTC J Butterfly a chegar aos mercados mundiais, a que preço?

Talvez queiras ver:

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).