House of Cards: Um desfecho pouco satisfatório para a série da Netflix

Carlos Oliveira
House of Cards Netflix
Claire Underwood assume o papel de protagonista nesta temporada

É verdade que a última temporada de House of Cards estreou há um mês, mas só agora é que acabei de a ver. Uma das mais notórias séries da Netflix chega agora ao fim, colocando um ponto final num enredo que dificilmente iremos esquecer.

Em primeiro lugar, importa realçar que muitas mudanças ocorreram antes da estreia desta temporada da série. Sem me querer alongar muito, Kevin Spacey, que dá vida ao personagem Frank Underwood, foi afastado da série por motivos alheios aos planos da Netflix.

Vê ainda: Daredevil – Mais uma série Marvel cancelada pela Netflix

Mas olhemos para aquilo que foram estes últimos oito episódios da série. Desta feita temos Claire Underwood na cadeira de presidente dos EUA. Um cenário que havia transitado da temporada passada, mas que assume maior protagonismo depois do afastamento de Spacey.

Netflix dá-nos uma última temporada de House of Cards muito agridoce

Por conseguinte, os produtores tiveram de colocar um ponto final na presença de Frank Underwood na série. Infelizmente, foram incapazes de encobrir o fantasma do carismático político. A sua ausência foi bastante notada ao longo da temporada e as referências constantes.

Frank Underwood deixou uma marca inigualável em House of Cards que, por mais que tentemos, é impossível esquecer. Este personagem sem escrúpulos foi sempre uma das imagens de marca da série da Netflix.

Mas mesmo que tentemos analisar esta sexta temporada sem olhar olhar para a ausência de Frank, a conclusão não é a mais abonatória. Embora tenham se esforçado para dar um maior destaque ao movimento feminista e às mulheres no poder, o resultado foi confuso.

House of Cards Netflix

Nem mesmo a introdução da família Shepherd e as suas intromissões na política executiva do país foram capazes de nos proporcionar uma história com pés e cabeça. No meu ponto de vista, os produtores quiseram introduzir muitas temáticas com pouco tempo de antena.

O resultado foram episódios com poucas pontes entre si. Por consequência, temos sequências de episódios que pouco parecem estar relacionados com os anteriores. Os produtores de House of Cards não conseguiram transmitir a consistência a que estávamos habituados em temporadas passadas. Isto sem falar no desfecho quase inconsequente que atribuíram a esta série.

Ainda assim, não podemos julgar uma série unicamente pela forma como termina. Embora com uma temporada final pouco satisfatória, esta série da Netflix continua a ser uma das melhores alguma vez produzida em televisão.

Editores 4gnews recomendam:

Game of Thrones: Criador do universo tem nova ideia para novo spin-off

The Walking Dead (TWD) – Trilogia envolvendo Rick Grimes em produção

Arrowverse Crossover – Algo está errado com a realidade em novo trailer

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.