Honor: protótipo de câmara por baixo do ecrã está a dar problemas

Bruno Coelho
1 comentário

A Honor é uma das empresas que revelou recentemente estar a trabalhar na inclusão da câmara frontal por baixo do ecrã. O presidente da Honor, Zhao Ming, confirmou a aposta, mas revelou que a tecnologia ainda não se encontra suficientemente madura.

Numa recente entrevista, Zhao Ming afirmou que a marca já desenvolveu um protótipo com a câmara frontal por baixo do ecrã. Tendo em conta que é uma tecnologia ainda em fase embrionário, este afirma que os problemas de performance ainda a colocam fora da órbita do mercado.

honor 20 pro
Honor 20 Pro foi lançado com buraco no ecrã

Para o presidente da Honor será uma questão de tempo até a tecnologia ser implementa nos seus dispositivos. Contudo, tal não deverá acontecer nos próximos lançamentos da submarca da Huawei.

Honor vai continuar a apostar no buraco no ecrã

Para Zhao Ming, o futuro mais próximo ainda pertence a tecnologias como o buraco no ecrã. O Honor 20 Pro foi recentemente lançado com esta solução, também utilizada pela Samsung na sua linha S. A Honor gaba-se de ser a primeira tecnológica a colocar um buraco num ecrã LCD.

Xiaomi e Oppo também estão a trabalhar nesta solução para a câmara frontal

Esta entrevista ganha relevo, já que ainda há poucas horas mais duas marcas chinesas deram um vislumbre desta tecnologia. A Oppo e a Xiaomi partilharam vídeos nas redes sociais, onde foram mostrados protótipos com câmaras frontais por baixo do ecrã.

For those seeking the perfect, notchless smartphone screen experience – prepare to be amazed. 📲You are taking a very first look at our under-display selfie camera technology. RT! 🤯 pic.twitter.com/FrqB6RiJaY

— OPPO (@oppo) 3 de junho de 2019

Another video from #Xiaomi President Bin Lin, showing off a very exciting phone prototype... ❤️❤️Here's our #Mi9 with under-display camera, full-screen display and great selfie experience. No holes, no pop-ups, no notch... What does everyone think? 😎#InnovationForEveryone pic.twitter.com/t0rDoe5Pp3

— Donovan Sung (@donovansung) 3 de junho de 2019

A Oppo reconhece, tal como a Honor, que a tecnologia ainda não está madura. O vice-presidente da marca, Brian Shen, afirma que não é possível obter o mesmo nível de performance no dispositivo, e existe uma perda de qualidade ótica.

Como qualquer tecnologia recente, esta vai precisar de maturação. Este pode muito bem ser o caminho a seguir pelas fabricantes, já que prescinde de mecanismos como a câmara pop-up que deixam vários utilizadores desconfiados da sua durabilidade.

Para saberes mais sobre a câmara por baixo do ecrã vê a explicação da Xiaomi sobre esta tecnologia

1 comentário
Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Ultimate Team é o seu atual saco de boxe, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.