Google volta a adiar lançamento do seu smartphone Pixel mais irreverente

Carlos Oliveira
Comentar

O mercado dos smartphones dobráveis continua ao rubro com cada vez mais empresas tecnológicas a abraçar o conceito. A Google aparenta ser uma das próximas a entrar nesse mercado com o rumorejado Pixel Fold.

Tal como aconteceu com o seu primeiro relógio inteligente, os rumores do seu lançamento são vários e antigos. Contudo, parece que ainda não será este ano que ficaremos finalmente a conhecer este smartphone.

Google terá adiado novamente o lançamento do Pixel Fold

É com base num relatório da publicação The Elec que se reporta um novo adiamento no lançamento do Pixel Fold. Assim sendo, continua a ser uma incógnita o momento em que este produto será finalmente revelado publicamente.

Pixel Fold

Rumores previam que esse produto fosse desvendado no último trimestre de 2022. Um calendário que tornava provável a sua apresentação em outubro aquando dos novos Pixel 7.

Tudo indica que tal não se irá concretizar, o que empurra a data de lançamento do aguardado Pixel Fold para 2023. As razões para tal prendem-se com o facto de o produto "não estar tão completo quanto a Google deseja".

Esta citação das fontes da The Elec é vaga e não nos elucida para o real motivo do adiamento da apresentação do Pixel Fold. Afinal de contas, existem inúmeros detalhes que podem atrasar o lançamento de um produto destes.

Desenvolver um smartphone dobrável não é tarefa fácil para nenhuma empresa devido aos vários desafios de engenharia que o conceito acarreta. Desde um ecrã que deve dobrar, até à separação das suas baterias, muita coisa pode correr mal durante o período de desenvolvimento.

Relativamente ao Pixel Fold, a fonte aponta alguns detalhes do seu ecrã. Com efeito, este dispositivo deverá apresentar um ecrã interior de 7,57 polegadas e um ecrã exterior de 5,78 polegadas.

É igualmente provável que a Google utilize um processador Tensor no seu primeiro smartphone dobrável. Certamente será um SoC de nova geração com os melhores recursos que a Google conseguir embutir nesse componente.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.