project-ara

O Project Ara é aquela promessa por parte da Google em entregar ao mercado o primeiro smartphone verdadeiramente modular, que teima em tornar-se uma realidade. A primeira vez que ouvimos falar deste projeto remonta já há alguns anos de distância, anos esses marcados por avanços e recuos nesta tecnologia.

Vê também: Google deixará Nexus para apresentar Pixel e Pixel XL em outubro?

   

Depois da Google I/O deste ano, tudo parecia bem encaminhado para que o primeiro equipamento nascido deste promissor projeto chegasse ainda este ano. Na altura, a Google prometeu disponibilizar as primeiras unidades de testes aos desenvolvedores neste outono, mas segundo as informações de hoje nada disso se virá a confirmar.

De acordo com os rumores surgidos hoje, a Google terá cancelado a sua investida em lançar o seu smartphone ao abrigo do Project Ara. Esta acaba por ser uma notícia triste para a comunidade tecnológica, que vinha desde há muitos anos a sonhar com um equipamento que pudesse ser montado de acordo com as preferências de cada um.

Project ARA 4

Não obstante, a mesma fonte diz ainda que este projeto poderá não estar definitivamente morto. Recordam-se de, em maio, ter sido dito que o Project Ara viesse a ser alargado a outro tipo de equipamentos? Pois bem, é agora também dito que a Google poderá continuar a trabalhar com alguns dos seus parceiros de hardware para trazer, ainda assim, parte do Project Ara à vida.

Isto significaria que a Google iria licenciar esta sua tecnologia modular a empresas terceiras, por forma a que estas trouxessem ao mercado dispositivos baseados na mesma. Contudo, sem um ponto de referência por parte da Google sobre como deverá ser construído um destes dispositivos, será bastante difícil algum dia vermos algo baseado no Project Ara chegar até nós.


Este era um projeto com uma enorme dose de potencialidade, mas que por via de vários fatores teimava em não chegar ao mercado. Por isso mesmo, este era já um desfecho que parecia cada vez mais inevitável.

Talvez queiras ver:

Viaphonearena
Fontereuters
O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal mata-tempo.