Google Stadia: prepara-te para 100 novos jogos em 2021

Bruno Coelho
Comentar

Na última publicação no blogue da comunidade, a Google fez um apanhado daquilo que os jogadores podem esperar do Stadia nos próximos tempos. E revelou que espera ultrapassar a marca dos 100 jogos em 2021.

FIFA 21 é o próximo grande destaque do Google Stadia - chega 17 de março

Na mesma publicação, foram partilhados os próximos nove títulos a chegar ao serviço de cloud gaming. E o grande destaque vai obviamente para o FIFA 21, que como já havíamos noticiado “aterra” no Stadia a 17 de março.

“Estes jogos são apenas uma amostra de mais de 100 títulos que serão adicionados à loja do Stadia para os nossos jogadores em 2021 partilharem, experienciarem e jogarem com amigos”, pode ler-se na publicação.

Os próximos jogos a chegar ao Google Stadia

Já no próximo dia 23 de fevereiro chega ao Stadia “Shantae: Half-Genie Hero Ultimate Edition” e “Shantae: Risky's Revenge - Director's Cut”. Segue-se “It came from space and ate our brains” no dia 2 de março.

Tal como referimos acima, para os fãs do desporto-rei, o "FIFA 21" também chega ao Stadia a 17 de março. No dia 26 do mesmo mês, chega ainda “Kaze and the Wild Masks“. Para 23 de abril está reservado “Judgment”.

Ainda sem uma data definida, mas já garantidos num futuro próximo no Stadia estão: “Killer Queen Black”, “Street Power Football” e “Hellpoint”. Ainda em 2021 também veremos chegar ao Stadia “Far Cry 6”, “Riders Republic” e “Hello Engineer”.

Recorde-se que o Google Stadia chegou oficialmente a Portugal no final de 2021. Descobre aqui o que o serviço de cloud gaming da Google tem para te oferecer.

Editores 4gnews recomendam:

  • GTA San Andreas e Vice City remasterizados na PS5 e XSX? O sonho ficou mais perto
  • PS5: loja diz ter mais Stock da consola para março em Portugal
  • PS5 e Xbox Series S/X: revelados os números de vendas das consolas
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.