Google Stadia: está instaurada a dúvida acerca do futuro do serviço

Carlos Oliveira
Comentar

O Google Stadia é um dos serviços de gaming na cloud mais relevantes da atualidade. Mediante uma mensalidade, os jogadores têm acesso a uma panóplia de jogos que poderão desfrutar em várias plataformas, dependendo apenas de uma ligação à internet.

Contudo, o serviço parece meio parado relativamente a novas funcionalidades e a Google já fechou alguns estúdios relacionados. Agora, com a descoberta de um novo anúncio de emprego, instaura-se a dúvida acerca do futuro do Stadia.

Google Stadia servirá de base para o desenvolvimento da concorrência

O anúncio descoberto na rede LinkedIn procura um novo executivo para o Google Stadia. Até aqui nada de mais, mas o problema apresenta-se quando, na descrição, é feita menção a uma espécie de "carta branca" da parte do Google Stadia.

Google Stadia

Isto significa que a Google poderá, futuramente, licenciar a terceiros a tecnologia inerente ao Stadia. Isto significa que o serviço da americana poderá servir como base para o desenvolvimento de um concorrente direto.

Qualquer marca com interesse poderia licenciar a tecnologia do Google Stadia e vendê-la com o seu nome. Um exemplo seria a EA pegar na tecnologia presente no serviço cloud da Google e transportá-la para o EA Play.

Nada disto garante que o Google Stadia tenha os dias contados, porém, rapidamente o mercado começou a considerar essa possibilidade. Na opinião da Google, esta é uma "importante oportunidade" para garantir a sustentabilidade a longo prazo destes serviços.

Ainda é precoce para se concluir o que quer que seja acerca do futuro do Google Stadia. No entanto, aquilo que agora é tornado público deixou os fãs e utilizadores do serviço em alvoroço com a simples perspetiva de que o que eles conhecem possa mudar futuramente.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.