Google fecha a porta ao lançamento de smartphones sem Android Oreo

Carlos Oliveira
Android Oreo 8.1 Google smartphones
O Android Oreo da Google será presença constante a partir de agora

O Android Oreo foi oficialmente disponibilizado pela Google a meados de agosto de 2017. Quase um ano depois da sua apresentação, o mesmo apenas se encontra presente em 4% dos smartphones atualmente ativos no mercado. Um flagelo contra o qual a empresa norte-americana tem lutado arduamente.

A fragmentação do Android é talvez a sua principal desvantagem. O facto de o mesmo ser livre e de código aberto liberta a Google da responsabilidade de atualizar os smartphones presentes no mercado. Essa tarefa fica ao cargo de cada empresa.

Vê ainda: Ulo é a câmara de segurança mais peculiar que podes encontrar

Enquanto que temos empresas como a Nokia a fazer um excelente trabalho neste campo, outras relegam as atualizações para segundo plano. Até são capazes de atualizar os seus últimos topos de gama, mas os gama média podem ficar para trás.

Mas pior do que este cenário é quando vemos uma empresa a apresentar um equipamento com o Android Nougat. Isso é algo totalmente incompreensível em pleno 2018 mas que já aconteceu. Todavia, tal deixará de acontecer no futuro.

A Google deixou de certificar qualquer novo smartphone que venha para o mercado com uma versão anterior ao Android Oreo. Esta certificação extingui-se no final do mês de março, tal como nos avança a XDA Developers.

De agora em diante só veremos smartphones com Android Oreo da Google

Contudo, esta decisão não nos impede de vermos um novo equipamento com Android Nougat nos próximos tempos. Tal poderá acontecer caso esse modelo tenha sido certificado pela Google antes de o mês de março ter terminado.

Esta certificação dada pela empresa norte-americana é referente à utilização do seus serviços. Existe uma série de requerimentos para que um equipamento possa fazer uso da Google Play Store e outros serviços detidos pela Google.

Existe a possibilidade de vermos equipamentos serem lançados no decorrer deste ano sem o Android Oreo. Todavia, esses não poderão fazer uso dos serviços da norte-americana. Algo que confere a grande maioria das vantagens inerentes ao Android.

Xiaomi Android Oreo Samsung Galaxy S8+ Android Oreo

Mais ainda, ao passar a certificar apenas smartphones com Android Oreo, a Google garante a implementação do Project Treble. Este programa visa simplificar as atualizações de sistema e é parte dos requisitos impostos pela empresa na sua certificação.

Colocar o ponto final na certificação de equipamentos com uma determinada versão do Android não é inédito. Esta prática é levada a cabo anualmente pela empresa de Mountain View. A título de exemplo, a certificação para o Marshmallow chegou ao fim em janeiro de 2017, cinco meses depois do lançamento do Nougat.

Assim sendo, esta é uma manobra habitual e desenganem-se os que pensavam que seria uma nova estratégia de combate à fragmentação do mercado. Mas é claro que irá ter repercussões neste quesito.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Samsung lança estratégia para salvar a sua reputação na China

Apple iPhone 8 e 8 Plus venderam mais que o iPhone X no 1º trimestre

Xiaomi Gaming Headset chega no dia 27 para completar o Black Shark

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.