Google promete RCS (futuro das SMS) para breve! Em Portugal só a Vodafone oferece!

Filipe Alves
Comentar

A Google falou publicamente que está prestes a fazer um esforço com as operadoras para a implementação da RCS no quotidiano dos utilizadores.

Em síntese, as RCS são o futuro das SMS. O serviço é baseado em poucos dados e dá-nos uma encriptação de dados e envios de imagens, áudio e vídeo sem que para isso se envie uma SMS.

RCS

Ou seja, é basicamente um WhatsApp, Messenger ou até iMessage para todos. Em Portugal, só a Vodafone é que oferece este tipo de serviço. MEO e NOS continuam silenciosas no que toca a esta nova possibilidade.

RCS é o futuro das SMS e as operadoras não querem saber!

We'd love work with our US carrier partners on RCS. Trying!!!! PS: RCS now fully rolled out in UK and FR. Next wave of countries soon.

— Hiroshi Lockheimer (@lockheimer) 27 de julho de 2019

O editor do The Verge publicou um tweet na qual reclamava que os operadores americanos (tal como os portugueses) se preocupam mais com a rápida implementação do 5G em vez de olharem de perto para tecnologias como o RCS. Tecnologia que funciona, que não é preciso muito dinheiro para a implementação e que melhorará, consideravelmente, o quotidiano dos utilizadores.

O executivo da Google rapidamente respondeu que a empresa já está a trabalhar no Reino Unido e França para que a implementação seja feita por completo e que mais países trarão esta tecnologia. Infelizmente, nada é dito de Portugal. Fica a saber mais sobre o RCS e como será o futuro das SMS no nosso artigo detalhado.

Vodafone, tiro-te o chapéu!

Assim sendo, termino com um louvor à Vodafone Portugal pela sua implementação. Utilizadores Vodafone já podem utilizar a típica aplicação de "mensagens" para enviar qualquer tipo de ficheiro. Enquanto isso, a MEO e a NOS continuam fascinados com o 5G que ainda está longe de chegar de forma barata ao consumidor final.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.