Google Play StoreAo longo da nossa caminhada na 4GNews temos falado de vários gadgets, sejam eles smartphones, smartwatches ou tablets sempre ficamos de olho no que se segue. De todos eles, maioritariamente falamos de Android visto que domina 80% do mercado de dispositivos móveis.

Depois de avaliar o mercado português, vimos que as pessoas tem investido cada vez mais dinheiro em gadgets oriundos da China, tagados por nós como #chinaaopoder, esta hashtag foi-se tornando relevante ao ponto de termos leitores e completos desconhecidos a referirem-se a este nome quando querem falar de uma fabricante chinesa. Isto tudo para dizer que as fabricantes #chinaaopoder estão de facto a aumentar tanto em vendas como em produtos enviados para o nosso país.

A Google saiu da China em 2010, essa saida foi, para além de arriscada, bastante falada, esta gigante norte-americana abandonou o maior mercado do mundo sem dó nem piedade, mercado este que, embora ditaturial, tem a maior populaçao do mundo e um dos mais aficionados por tecnologia . A Google PlayStore ao sair da China deixou em mãos as fabricantes chinesas, sendo elas obrigadas a criar o seu próprio mercado caso quisessem que o seu smartphone Android tivesse aplicações.

   

Passaram 5 anos e a China continua uma ditadura, mas a Google vê com outros olhos um mercado que abandonou, afinal de contas a Apple está lá e com a sua AppStore também. De acordo com novas informações a Google pretende voltar à China não só com a Google PlayStore mas também com Android Wear. A jogada com a Huawei pode ser o início de algo, a Google ajuda a Huawei a entrar no mercado Americano com um Huawei Nexus e a Chinesa ajuda a Google a entrar na China com uma AppStore.

Vê também: LG Nexus e Huawei Nexus poderão ser revelados a 29 de Setembro

GoogleVê também:Alcatel OneTouch Pop Up e OneTouch Pop Star, cor, textura e personalização a baixo custo!

Ora bem, e porque que isto é bom para Portugal? Ter uma Google PlayStore na China significa todos os smartphones de fabricantes #chinaaopoder virem de fábrica instalados com Google Services deixando de haver dois modelos diferentes, para o mercado asiático e mundial, Android Wear ficaria dominante nos smartwatches chineses, resumindo, teremos mais quantidade e qualidade por um preço mais interessante.

Vermos a Google no maior mercado populoso do mundo fará garantidamente a Google PlayStore crescer como nunca antes, tanto em vendas para os desenvolvedores como em novas aplicações. A Google está disposta a bloquear aplicações que o governo chinês considere relevantes e extremistas para a saúde governamental da ditadura e a empresa americana considera ainda não comercializar livros e filmes neste mercado para não causar mais problemas.

Ficaremos de dedos cruzados e esperemos que esta medida se torne real, se tal acontecer, em breve teremos mais qualidade por mehor preço e isso é o mais importante.

Talvez queiras ver: