Google Pixel Watch pode ter três modelos diferentes

Mónica Marques
Comentar

São cada vez mais os indícios de que o lançamento do Google Pixel Watch está iminente.

Agora a sua passagem por certificações cruciais para o seu lançamento revela que o modelo poderá ter três variantes diferentes.

Google Pixel Watch passa por sites de certificação cruciais para o seu lançamento

Google Pixel Watch
Render divulgado no mundo Web do mostrador do novo Google Pixel Watch Crédito@91Mobiles

Multiplicam-se os rumores a darem conta de pormenores do Google Pixel Watch e depois de terem sido reveladas imagens do suposto wearable descoberto num restaurante dos Estados Unidos da América, eis que surgem notícias de que o wearable está a passar pelos sites de certificação cruciais para o seu lançamento.

O smartwatch fez a sua passagem pelo site de certificação SIG (Bluetooth Special Interest Group) e nesta listagem foram detetadas três variantes do wearable da Google. Para o Pixel Watch existem três números de modelo diferentes: GWT9R, GBZ4S e GQF4C.

Mas atenção a diferença nos números de modelo pode ser baseada nas bandas de comunicações móveis usadas para cada modelo, que estão relacionadas com a região em que cada modelo será disponibilizado.

Por essa razão, não é possível confirmar que a Google vá lançar o seu novo wearable em três variantes que se diferenciam pelas suas especificações. Os três números de modelos diferentes podem apenas indicar que o modelo vai estar disponível, pelo menos numa primeira fase, em três regiões distintas.

No site de certificação da SIG foi ainda possível ver que a versão do software utilizada era a RWD5.211104.001. O que desiluse um pouco, uma vez que está algumas versões atrás da versão mais recente do Wear OS 3 já disponível para programadores e que começa em RWD7.

Especificações esperadas no Google Pixel Watch

Apesar de ser alvo e múltiplos rumores, são ainda poucas as informações sobre o Pixel Watch. A Google tem conseguido manter as especificações do smartwatch no segredo dos deuses.

Para já, sabe-se que terá uma pulseira em silicone que estará disponível em várias cores, assim como um botão rotativo numa das suas partes laterais.

Ao que tudo indica, o ecrã será redondo, sem molduras e com extremidades arredondadas, além de ser sensível ao toque, claro.
Estará também equipado com um processador Exynos da Samsung, muito provavelmente o W920, e pelo site de certificação SIG supõe-se que chega a executar o Google Wear 3.0 que não é o mais recente sistema operativo para wearables.

De resto, a autonomia de bateria poderá ter a duração de um dia e conta-se que inclua também m sensor para monitorização de frequência cardíaca.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.