google-pixel-and-xl

A linha de smartphones Nexus surgiu pela primeira vez em 2010 e, desde então, já se reinventou por várias vezes. De simples porta-estandarte do Android a smartphones desejados pelo público em geral, a linha Nexus deixou a sua marca no panorama tecnológico com a sua versão limpa do sistema operativo, livre de qualquer bloatware mas, a linha Nexus acabou. É chegada a hora de celebrarmos os seus sucessores. Apresento-vos os Google Pixel e Google Pixel XL, os primeiros smartphones “made by Google”.

Durante a linha Nexus, a Google sempre dependeu de terceiros para materializar os seus sonhos. Isto é, sempre entregou a tarefa de conceber, desenvolver e comercializar os dispositivos Nexus a construtoras como a Samsung, a HTC, a Motorola, a LG e  por fim à Huawei. Em suma, a linha Nexus deixará saudades mas, finalmente, a Google afirmou-se como empresa de hardware (apesar destes Google Pixel Google Pixel XL serem construídos pela HTC).
Depois de vários meses em que os rumores se sucediam, de forma quase interminável e todos eles a sugerir um equipamento feito pela própria Google, eis que a linha Pixel é oficialmente apresentada. Este novo alinhamento de produtos contam com especificações de topo e um preço que deverá acompanhar o nível e qualidade de hardware utilizado. Tudo isto com a mais recente versão do sistema operativo Android.

   

Google Pixel e Pixel XL - O Design:pixel-announcement-840x469

O design e aparência dos Google Pixel Google Pixel XL pode ser definido como elegante ou, quiçá, extravagante. Com uma traseira composta por metal e vidro, disponíveis em três esquemas de cor (Azul, Prateado e Preto), é impossível não reparar nos seus traços simples mas inconfundíveis.

Ambos os equipamentos são construídos pela HTC mas serão comercializados sem qualquer referência à construtora taiwanesa. Os principais materiais de construção são o alumínio e o vidro que tornam a sua traseira facilmente reconhecível. Podemos estabelecer algumas pontes e inspirações em equipamentos da concorrência, sejam os iPhones ou o HTC One A9 mas, seja como for, os novos Pixels são bem cativantes, a sua câmara, flash duplo, restantes sensores e o leitor de impressões digitais que lhe dão uma identidade e carisma.

O Google Pixel Google Pixel XL estarão disponíveis em Very Silver, Quite Black e Really Blue. Oxalá o seu preço tivesse tanta graça como os esquemas de cor mas, adiante!

Esquemas de cor
Esquemas de cor

Google Pixel e Pixel XL - As Especificações:

Este ano a Google decidiu lançar dois smartphones, à semelhança do ano passado com o Nexus 5X e Nexus 6P, construídos pela LG e Huawei respectivamente. Este ano as diferenças a nível de especificações são ainda menores com o maior dos novos Pixels a ter um ecrã de 5.5 polegadas, tecnologia AMOLED e resolução 2560x1440 pixels, ao passo que o menos dos Pixels terá 5 polegadas, tecnologia AMOLED e uma resolução de 1920x1080 pixels. Ambos os equipamentos estão protegidos pelo vidro Gorilla Glass 4.

Contudo, como o Google Pixel XL tem um corpo maior teve direito a uma bateria maior de 3450mAh, um valor que, segundo a Google, te dará autonomia para 456 horas de standby. Por seu lado, o Google Pixel conta com uma bateria de "apenas" 2770mAh.

O ponto mais positivo e que poderá atrair mais consumidores é o armazenamento ilimitado de fotografias e vídeos, em resolução total (mesmo em 4K) no Google Fotos.pixel-h12

No seu interior ambos os Google Pixel Google Pixel XL contarão com o processador Snapdragon 821, um SoC que atinge velocidades de 2.15GHz e 4GB de memória RAM. A nível de memória interna teremos 32 ou 128GB de armazenamento, sem possibilidade de expansão via microSD.

Vê também: Google Pixel – Preço e Disponibilidade dos novos “Nexus”

No departamento fotográfico ambos os Google Pixel Google Pixel XL estão equipados com uma câmara traseira de 12.3MP com abertura focal f/2.0, tamanho de pixels de 1.55μm e estabilização ótica da imagem (OIS). Segundo a Google estes equipamentos terão um excelente desempenho em situações de baixa iluminação mas claro, só depois de uma análise/review é que teremos certezas. Contudo, a DxOMark, entidade de referência na comparação de câmaras e respectivo desempenho, deu-lhes uma pontuação de 89 pontos, o valor mais elevado para um smartphone de 2016.dxomark-rating-pixel-google-2016-840x472

Por último, estes Google Pixel Google Pixel XL já trazem o Android 7.1 Nougat, bem como o novo laucher (Pixel Launcher) e o Google Assistant. Em suma, a Google perdeu o medo e hoje afirmou-se como empresa de hardware para além de software.

Talvez queiras ver:

Google Home chega em breve por um preço cativante

Google Pixel – Preço e Disponibilidade dos novos “Nexus”

Daydream View, os elegantes e confortáveis óculos de Realidade Virtual da Google