Google Pixel

A Google apresentou o seu primeiro smartphone em nome próprio no ano passado. Os novos Google Pixel e Pixel XL são os sucessores da linha Nexus que perdurou durante bastantes anos, e pretende combater diretamente com os grandes nomes do mercado como a Apple ou a Samsung.

E o facto é que esta primeira geração dos Google Pixel foi já um grande sucesso. Pena é que alguns mercados, como o Português, não tenham o privilégio de contar com estes magníficos smartphones.

Vê também: Windows Phone está morto mas isso já todos sabíamos

   

Mas em termos de atualizações a Google parece não estar disposta a mudar muito o jogo. A Google já deu a conhecer que irá disponibilizar atualizações de software para os seus Google Pixel pelo menos durante dois anos. Já em termos de atualizações de segurança, estas poderão prolongar-se até três anos após o lançamento do smartphone.

Google Pixel 2
Pixel, o smartphone da Google

Um dos principais problemas do mercado Android reside na sua grande fragmentação. A grande maioria das marcas não se preocupa muito em atualizar os seus produtos mais antigos. É certo que as coisas já foram bem piores do que são hoje, mas ainda assim são muitos os smartphones que ficam obsoletos em dois anos.

Com a chegada dos primeiros smartphones made by Google, a empresa americana tinha aqui uma grande oportunidade mudar as coisas neste campo. Sendo este um hardware desenhado pelo própria empresa, a mesma poderia optar por um sistema de atualizações semelhante ao da Apple. Todavia, esse não será o caso.

Porque razão a Google não prolonga o período de atualizações dos seus Pixel?

Quando a Google nos diz que irá atualizar os seus produtos pelo menos durante dois anos, fica aberta a possibilidade de este período poder vir a ser prolongado. Mas em todo o caso, os detentores de um Pixel ou Pixel XL têm de se preparar mentalmente que o seu equipamento poderá não passar do Android P, pelo menos do forma oficial.

Temos de ser realistas e admitir que esta é uma notícia desapontante, principalmente para os detentores de um exemplar dos Google Pixel. Sendo a Google a principal responsável por estes equipamentos, havia uma grande esperança que os mesmos pudessem contar com um sistema de atualizações diferente do habitual. Mas a verdade é que tudo se perspectiva para que assim não seja e ninguém sabe muito bem porquê.

Outros assuntos relevantes:

Será a câmara dupla relevante nos smartphones de gama-baixa?

LG G6 Mini é um smartphone que não me importaria de comprar!

Predator Helios: A Acer quer baixar o preço aos PC’s Gaming

Viagreenbot
Fontegoogle

O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal mata-tempo.