Google Pixel 5: renders levantam muitas questões acerca do seu design

Carlos Oliveira
Comentar

É esperado que o Google Pixel 5 seja revelado em outubro, por isso começa a ser tempo de falarmos mais sobre o equipamento. Algo que tem sido tema de notícias nas últimas semanas é o seu design.

O ponto de partida para essa discussão foi uma alegada capa protetora para o Pixel 5 XL, mas agora temos de voltar ao assunto. Isto porque David Kowalski decidiu partilhar com o mundo os seus renders do Google Pixel 5.

Google Pixel 5

Não podemos continuar sem deixar uma nota de cautela para as imagens que fundamentam este artigo. Além da sua fonte ainda estar a dar os primeiros passos neste mundo, temos o conhecido Steve Hemmerstoffer a classificá-los como duvidosos.

Google Pixel 5 poderá representar um passo atrás

O primeiro ponto que realmente suscita muitas dúvidas é a presença de um sensor de impressões digitais na traseira do Google Pixel 5. Depois de um Pixel 4 que aboliu esta tecnologia em favor do reconhecimento facial, irá a Google recuar na sua aposta?

Mais do que abandonar o seu sistema de reconhecimento facial é continuar a não apostar nos sensores embutidos no ecrã. Com vários gama média a contar já com essa tecnologia, não sei por que razão a gigante americana não o colocaria no seu mais importante smartphone.

No entanto, a alegada capa protetora que vimos anteriormente continha um recorte na traseira para o sensor de impressões digitais. Espero sinceramente que estas imagens sejam apenas de um protótipo que nunca chegará a produto final.

Google Pixel 5

Olhando ainda para a sua câmara, mantém-se o seu aspeto quadrado e com a presença de apenas duas lentes. A ser isto verdade, a Google continua com medo de colocar mais lentes na traseira dos seus smartphones.

Já na parte frontal vemos um ecrã contemporâneo. Este contará com margens simétricas, graças à presença de um buraco, no canto superior esquerdo, para a sua câmara frontal. A mesma ideologia do Pixel 4a.

Google Pixel 5 abandonará os processadores de topo

Tudo aponta para que, pela primeira vez, a Google não aposte nos Snapdragon 8xx para os seus "topos de gama". Ao que tudo indica, o Google Pixel 5 virá equipado com o Snapdragon 765G.

Ao utilizar este processador, a americana continuará a oferecer um processador com um desempenho muito bom e a compatibilidade com redes 5G. A sua principal vantagem é o preço mais reduzido, quando comparado com o Snapdragon 865.

Se tudo correr como planeado, o Pixel 5 será revelado em outubro, sendo colocado à venda poucas semanas depois. É incerto se ela será comercializado oficialmente em Portugal, mas caso não seja, não será difícil importá-lo de Espanha.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.