Google Pixel 5: eis mais confirmações de que este não será um topo de gama

Carlos Oliveira
Comentar

A Google prepara o lançamento do Pixel 5 mais lá para o outono. Vários rumores têm dado conta de que a Google não irá usar o Snapdragon 865 neste equipamento e hoje temos mais dados a apontar nesse sentido.

O fórum XDA Developers deparou-se recentemente com novas evidências de que o Google Pixel 5 irá usar o processador Snapdragon 765. Esta informação foi encontrada na mais recente versão de testes do Android 11.

A corroborar esta informação, temos David Ruddock, editor chefe da publicação Android Police. Este afirma que uma das suas fontes lhe confirmou que os novos Pixel 5 virão com o processador Snapdragon 765 e suporte para redes 5G.

this is slight me having info, slight me extrapolating, so:Pixel 5 / 5 XL on Verizon will be SD765 with 5G (confirmed), and my (educated) guess is that they *will* be mmWave. No idea if they'll carry higher prices than sub-6GHz unlocked/T-Mobile SKUs, though.

— David "bury me with my golden arm" Ruddock (@RDRv3) 19 de maio de 2020

Snapdragon 765 parece ser a escolha da Google para os seus novos flagships

O Snapdragon 865 é um processador impressionante, tal como já pudemos comprovar pelo vários topos de gama lançados ao longo deste ano. Contudo, o SoC de topo da Qualcomm é bastante caro e a Google está decidida a fugir dele.

Ainda que nada tenha sido confirmado, a opção pelo Snapdragon 765 parece ter sido mesmo motivada por questões financeiras. Este processador é bem mais barato que o Snapdragon 865, ainda que ofereça características muito próximas do último.

Ao usar um processador mais barato, a Google poderá vender o seu equipamento por valores mais reduzidos. Ainda ontem surgiu o rumor de que o Pixel 5 possa ser comercializado por 699 dólares.

Os Pixel sempre se caracterizaram pelo seu software

Quem opta por um Pixel sabe muito bem aquilo que está a comprar. Não só pelo facto de eles não serem vendidos oficialmente em Portugal, mas sobretudo por aquilo que representam.

Estes equipamentos sempre foram associados a uma excelente câmara fotográfica. A Google não o conseguiu ao adicionar várias lentes aos seus smartphones, mas sim pelo seu software de processamento de imagem.

Ainda que os novos Pixel 5 possam chegar com um processador que não é o melhor do mercado, todos estamos curiosos por conhecer a qualidade da sua câmara. E certamente que a Google não irá desiludir.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.