Google Pixel 4 XL vs iPhone 11 Pro Max: descobre qual é o smartphone mais rápido (vídeo)

Carlos Oliveira
Comentar

O Google Pixel 4 e o iPhone 11 Pro são dos equipamentos mais importantes no mercado por terem sido desenvolvidos pela mesma empresa que criou o seu software. Mas será que isso é o bastante para terem um desempenho semelhante?

Para responder a essa questão, o Youtuber PhoneBuff decidiu colocar estes equipamentos lado a lado, a correr as mesmas aplicações, e ver qual deles é o mais rápido. Qual deles sairá vencedor do desafio?

iPhone 11 Pro ganha o desafio por mais de 30 segundos

Chegados ao final do teste, constatamos que o smartphone da Apple foi capaz de bater o concorrente da Google por 36 segundos. Embora a Google continue a perder esta batalha, é uma melhoria significativa face ao minuto de atraso que o Pixel 3 registou contra o iPhone XS.

Para este teste foram utilizadas 16 aplicações e realizadas duas rondas. Isto para percebermos quantas aplicações conseguem os modelos manter abertas em simultâneo.

Infelizmente para o Google Pixel 4, este começa claramente a perder terreno quando é aberto o Adobe Rush. É a partir desta aplicação que as coisas começam a ficar feias para o smartphone Android, com um diferencial de três aplicações.

Nem os 2GB de memória RAM que o Pixel 4 XL possui a mais que o iPhone 11 Pro Max são suficientes para recuperar o atraso. Embora na segunda volta o smartphone da Google consiga recuperar terreno, este fica bastante aquém da performance do iPhone 11 Pro.

É justo comparar um iPhone a um Pixel?

Este é uma interrogação que muitos poderão colocar depois de realizado este teste. Estamos a falar de dois equipamentos com diferentes processadores e diferentes sistemas operativos.

Estes pontos serão suficientes para argumentar que este género de testes são injustos Até porque o iOS faz uma gestão de memória diferente do Android. Assim sendo, seria interessante se o mesmo Youtuber realizasse um teste semelhante entre o Pixel 4 e outro concorrente com o mesmo sistema operativo.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.