Home Android

Google Pixel 2 tem um trunfo escondido, um SoC da própria Google!

O Google Pixel 2 inclui um processador de imagem discreto, personalizado e bem poderoso, sabias disto?

Google Pixel 2 SoC Google
Trata-se do primeiro smartphone a usar um processador para este efeito

O novo smartphone topo de gama da Google já foi anunciado. Chama-se Google Pixel 2 (vem acompanhado pela versão XL) e já começa a chegar aos mercados – ou pelo menos às lojas para demonstração – mas não chegará ao território nacional. Ora, se há algo que a Google tem publicitado são as proezas fotográficas deste seu novo smartphones e, pelos vistos, isto deve-se também à utilização de um processador secundário, um SoC concebido pela própria Google!

Vê ainda: 18 Apps gratuitas na Google Play Store para o teu Android

Segundo avança a arstechnicaa gigante tecnológica de Mountain View utiliza um SoC específico só mesmo para cuidar (processar) as imagens de forma a agilizar o processo e para que os resultados sejam melhores do que nunca.

Sendo o Snapdragon 835 da Qualcomm o “motor” principal, os Google Pixel 2 e Pixel 2XL estão ambos equipados com o “Pixel Visual Core“, um processador de imagem desenhado pela própria marca para que os resultados das suas câmaras fotográficas sejam deveras surpreendentes.

Chama-se “Pixel Visual Core” e é um dos segredos dos Google Pixel 2

Note-se que este “Pixel Visual Core” conta com oito núcleos de processamento nesta Image Processing Unit ou Unidade de Processamento da Imagem (UPI) capaz de executar mais de três milhões de operações por segundo.

É graças a todos estes núcleos do UPI que a marca afirma que o processamento de imagem em HDR+ consegue ser 5x mais rápido e utilizando 1/10 da energia consumida do que seria de esperar com o processador principal da Qualcomm.

Google Pixel 2 SoC Google
A organização do SoC UPI

A marca avança ainda que este SoC Visual Core ou núcleo visual ainda não está ativo em nenhum dos seus equipamentos (apesar de obviamente já estar incluído na motherboard) e só entrará em ação assim que for lançado o Android 8.1 na sua versão beta para desenvolvedores, algo que ainda demorará algumas semanas, tal como podem ler aqui, na 4gnews.

A partir de então, este processador secundário permitirá que as Apps de terceiros (Apps não desenvolvidas pela própria marca) tirem proveito das capacidades deste processador que ainda não mostrou aquilo que realmente é capaz de fazer.

Mais ainda, este SoC não é apenas dedicado ao processamento de algoritmos de tratamento da imagem mas será também capaz de dar conta de processos mais exigentes, estando já a marca a preparar um rol de Apps para tirar proveito das suas capacidades.

Porque é que a Google não referiu o seu SoC durante a apresentação?

Ter dois SoC’s, dois processadores completamente separados e independentes dentro de um smartphone é realmente inédito.

Sim, este SoC tem o seu próprio CPU (um único núcleo Cortex A53), a sua própria RAM DDR4 e oito núcleos dedicados ao processamento de imagem e até uma PCIe-line. É um autêntico processador, autónomo, personalizado e consideravelmente poderoso.

Para mais informações sobre a esta marca e tudo o que é tecnologia falada em português segue a 4gnews. Acompanha-nos no FacebookInstagram e claro, no YouTube onde terás também as nossas LiveCasts semanais e muito mais conteúdo diário e atualizado.

Esta já não é a primeira vez que damos conta dos desejos e vontade da Google em desenhar e produzir os seus próprios processadores mas é sim, a primeira vez, que vemos um SoC feito pela própria e já aplicado em dois dos seus mais recentes e poderosos produtos.

Impera a questão…porque é que a marca não referiu sequer a existência deste seu SoC dentro dos seus novos smartphones? Opiniões?

Outros assuntos relevantes: 

Nokia 7 será o próximo smartphone Android da HMD Global

Google Maps remove contador de calorias perante a contestação pública

WhatsApp – Já é possível localizar pessoas em tempo real – Android e iOS

Viatecmundo
Fontearstechnica
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).