Google Pixel 2: Evan Blass confirma Snapdragon 836 e data de lançamento

Eduardo Silva
Google Pixel 2 Snapdragon 836 Evan Blass
O Pixel 2 será o sucessor do primeiro Pixel, lançado há quase um ano

Quando falamos de rumores, há sempre aquelas fontes que conseguem informações bem mais próximas da realidade. Evan Blass é uma dessas fontes, tendo já um histórico de respeito nas suas "previsões". E assim, chegam-nos hoje novas informações sobre o Google Pixel 2 e o seu processador. Que será, segundo Evan Blass, o Snapdragon 836.

Segundo o leakster, o novo par de smartphones topo de gama da Google terá direito ao novo processador da Qualcomm, que será uma ligeira evolução comparativamente com o Snapdragon 835 que equipa terminais como o Galaxy S8 e Note 8 (em alguns mercados), o OnePlus 5, o Nokia 8 ou o Sony Xperia XZ Premium.

Vê ainda: Android Oreo estará a causar problemas com Bluetooth, Google investiga

Isto é, como é claro, uma vantagem sobre a concorrência e acaba por não ser tão de estranhar. Há alguns dias foi confirmado que os novos Pixel 2 integrariam um processador com um titulo numérico diferente do 835 habitual este ano, graças à FCC. Com mais um nome de peso a afirmar essa possibilidade, torna-se uma hipotese mais forte que o Snapdragon 836 seja mesmo o chipset escolhido.

E a data de lançamento acontecerá no dia...

Evan Blass não se ficou por apenas falar sobre o processador deste flagship tão amado pelos fãs do Android base. Segundo o autor dos tweets informativos, a data de lançamento está marcada para o próximo dia 5 de outubro. Isto significa que os novos Pixel serão apresentados praticamente um ano após terem sido revelados os seus antecessores.

O mistério quanto ao nome dos dispositivos permanece, não sendo confirmado se o nome Google Pixel 2 e Pixel 2 XL será o escolhido. No entanto, estes poderão mesmo ser os nomes escolhidos para os primeiros terminais Google a trazer consigo o recentemente anunciado Android 8.0 Oreo.

Google's second-generation Pixel handsets, powered by Snapdragon 836 SoC's, will be unveiled on October 5th.

— Evan Blass (@evleaks) 24 de agosto de 2017

Já quanto às restantes especificações, o Google Pixel 2 deverá trazer um ecrã OLED de 5 polegadas (6 polegadas no caso do Pixel XL 2), 4GB de RAM e 64GB de memória interna e um Always-On Display (imagem permanente em modo bloqueio).

Sendo, alegadamente, construído pela LG e pela HTC, os novos dispositivos trazem, para além de ecrãs OLED, uma construção que permite novos gestos como apertar as laterais para despertar certas funcionalidades. Esta ultima funcionalidade é herdada do HTC U11, e veremos qual o resultado final num terminal com o "dedo" da Google.

Google Pixel 2 e muito mais

Os novos Pixel (smartphones) não chegarão ao mercado sozinhos. Várias informações têm sugerido que a Google irá acompanhar os seus novos dispositivos móveis de alguns gadgets bem interessantes. Entre eles estarão uns earphones que terão suporte para o Google Assistant, que fará com que tenhas o assistente virtual da Google nos teus ouvidos.

Segundo Evan Blass, o Google Pixel 2 chegará ao mercado dia 5 de outubro com o processador Snapdragon 836

Isto acaba por ser uma resposta aos Apple AirPods. A Apple tomou a decisão de integrar a sua assistente virtual Siri nos AirPods, elevando a um novo nível esta tecnologia e oferecendo algumas funcionalidades bem interessantes, não querendo a Google ficar atrás.

Onde a Google leva já uma boa vantagem é no Google Home e segundo rumores, teremos direito a um novo dispositivo dedicado ao Assistant lá para casa. Este será mais pequeno, mas tratá todas as funcionalidades da versão "normal", mas com a vantagem se ser bem mais discreto. Por fim, um novo Chromebook Pixel chegará ao mercado, e se quiseres saber tudo sobre ele, clica aqui.

Ansioso pelos novos Google Pixel 2 e Pixel 2 XL? Deixa nos comentários a tua opinião e continua a seguir a 4gnews para mais novidades.

Outros assuntos relevantes:

Vai de férias descansado com a câmara de segurança da Xiaomi (26€)

Preço do Samsung Galaxy Note8 é superior ao esperado

Meizu M6 Note: O primeiro Meizu com processador Qualcomm já é oficial!