Google Notícias está a ficar estragado com as subscrições dos websites

Filipe Alves
Comentar

A aplicação "Google Notícias", também conhecido por "Google News" é uma das melhores Apps que podes ter no teu smartphone. Isto é garantido. Contudo, com o passar do tempo e novos engenhos dos websites para faturar, a aplicação está, aos poucos a ficar estragada.

Visto que esta é a aplicação que mais utilizo no smartphone (certamente não sou o único) tenho-me sentido um pouco frustrado face à quantidade de notícias Premium que me venho a deparar. Afinal de contas, o objetivo da aplicação de notícias é trazer a melhor informação de forma gratuita ao maior número de utilizadores.

Subscrições dos websites são um problema

Não condeno um website de notícias cobrar um valor diário, mensal ou anual para que os leitores tenham o seu acesso. Também não sou contra os conteúdos Premium. No final do dia, esses mesmos websites tem contas para pagar e trabalho para remunerar.

Notícias Google premium

Contudo, já não é a primeira, nem segunda (e por aí fora) que abro uma notícia na aplicação da Google e me manda para uma pequena notícia de introdução e me sugerem para que para ler o artigo tenho de pagar um "X" valor.

Ainda que este valor em nada esteja relacionado com o Google News, até porque eles não faturam nada com esta adição de preço, a aplicação continua a indexar este tipo de artigos.

Qual é a solução para o problema

A solução passa por simplesmente não indexar as informações e artigos que, de alguma forma, tenham conteúdo pago. A missão do projeto Notícias Google passa por trazer de forma grátis a melhor e mais confiável informação aos seus utilizadores. Assim sendo, quando me reencaminha para um artigo pago, fico obviamente triste com a situação.

Mas atenção que o problema não é apenas na versão portuguesa. Já cheguei mesmo a trocar para a versão inglesa (para fugir a esta situação) e voltei-me a deparar exatamente com o mesmo problema.

A empresa de Mountain View sabe desta situação. Impossível não saber. Contudo, acredito que a forma passiva com que o estão a lidar não é justo para o utilizador.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.