Google mudou o "chip": as outras empresas que se preparem para serem pixelizadas

Pedro Henrique

Desde a primeira vez desde que a Google lançou o seu primeiro Nexus que vimos a empresa americana algo distante e passiva de tudo aquilo que a relacionava com o seu smartphone. Ou seja, os Nexus não eram mais que smartphones com o logótipo de uma marca própria - como a Nexus 6P - o mais caro dos dois modelos Nexus de 2015 -, poucos são aqueles que o compraram sem que soubessem realmente do que se tratava, sem que fossem fãs da linha Nexus. E isso é algo que não pode acontecer com os Pixels caso a Google queira ser ainda mais forte. Para o seu smartphone ser um sucesso nas vendas e tornar-se um dos mais ambicionados no mundo Android, a empresa tem de o publicitar. Claro que tem de o fazer com algum peso e medida pois estamos a falar de um smartphone de gama-alta mas também estamos a falar da Google. Porque como é óbvio, a Google sabe muito bem o que faz.

Se este ano foi fantástico ao nível dos smartphones que nos foram mostrados, o seguinte será melhor ainda. Acho que dizemos isto todos os anos, mas sinto que desta vez será diferente.

Talvez queiras ver:

iPhone? Pixel Phone? Queremos é um Surface Phone!

Google Pixel: Tudo o que precisas de saber sobre os rivais do iPhone 7

Google Pixel – Preço e Disponibilidade dos novos “Nexus”

Pedro Henrique
Pedro Henrique
Fã incondicional de tecnologia e cultura quer partilhar o conhecimento adquirido com todos.