Google Maps: Avisos de radares começa a ficar ativo em Portugal

Filipe Alves
4 comentários

O aviso de radar é uma das características mais amadas do Waze. Certamente por isso é que o Google Maps o decidiu trazer para os seus utilizadores. Ainda que não saibamos em concreto como será a sua implementação (quem colocará o aviso de radares) sabemos então que o serviço já está ativo em Portugal. Pelo menos para alguns!

Esta característica já há muito que tinha sido anunciada, porém, só hoje é que tive a possibilidade de realmente ver o serviço ativo. Assim sendo, posso presumir que não sou o único.

Informações de radares e acidentes é mais uma característica no Google Maps

Não só os radares estão ativos na nova atualização do Google Maps, como também a informação de acidentes. Mais uma vez, uma característica que também tinha sido anunciada aquando a implementação dos radares mas que continuava a não aparecer nas minhas jornadas.

Google Maps radares

Podemos concluir então que o Google Maps está a trazer as funcionalidades para todos os utilizadores em Portugal. Com a sorte que eu tenho a minha conta é sempre das últimas a ser implementadas.

Agora quando estás num trajeto com um radar fixo, terás a informação de tal ponto de controlo. Ainda assim, não sabemos se os radares móveis, instalados pela polícia em locais diferentes, serão também detetados.

Não precisas de fazer nada para ativar a informação

Tudo ficará ativo de forma automática. Dessa forma, quando tiveres de utilizar o Google Maps a nova funcionalidade já deverá estar ativa. Ainda assim, aconselho-te a instalar a mais recente versão do Google Maps na Google Play Store. Esta é a versão que neste momento tenho instalada e já conta com todas as novas características.

Editores 4gnews recomendam:

4 comentários
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.