Home LifeStyle

Google – O polémico manifesto contra a igualdade de género na Tecnologia

Manifesto pessoal já terá levado ao despedimento do engenheiro da Google

Google Manifesto smartphone 4gnews engenheiro igualdade de género Tecnologia
Em causa está um manifesto do engenheiro da Google

Manifesto contra a igualdade de género no local de trabalho e no mundo da Tecnologia. Estas últimas palavras por si só dariam aso a enorme contestação e discussão nas redes sociais, a nova arena de debate em pleno 2017. Acrescentando ainda o facto de este manifesto ter sido compilado por um engenheiro da Google e temos aqui os ingredientes para um artigo viral.

Vê ainda: Habilita-te a ganhar um Huawei P10 no Patreon da 4gnews

O autor do documento em questão, com de dez páginas, foi divulgado na íntegra pelo site Gizmodo, mas avançado em primeira mão pelo site Motherboard – foi criticado nas redes sociais por funcionárias da multinacional. Afinal, do que é que se trata este manifesto, para além de um título chamativo?

O manifesto contra a igualdade de género na Google e na Tecnologia

Em causa está um memorando, um manifesto, um documento compilado por um engenheiro de software contra a política de diversidade e igualdade de género da Google.

O documento em si tornou-se viral tendo já sido partilhado milhares de vezes e poderão consulta-lo, na íntegra, tanto na fonte como na via deste artigo 4gnews.

Google Manifesto smartphone 4gnews engenheiro igualdade de género Tecnologia
O autor do manifesto já foi despedido, avança a BBC

Note-se, este memorando reflete a opinião pessoal de James Damore, o engenheiro em questão. Intitulado de “Google’s Ideological Echo Chamber,” o manifesto é notoriamente controverso por afirmar, entre outras coisas que as mulheres tem pouca representação na Tecnologia (assunto que a 4gnews já discutiu aqui), não porque elas enfrentam discriminação no local de trabalho mas devido a traços e características psicológicas intrínsecas ao sexo feminino.

Precisamos de parar de assumir que as disparidade de género implicam sexismo” afirma James Damore, avançando ainda que o programa de educação da Google para jovens mulheres na Tecnologia não estará a seguir a melhor direção. Entretanto, de acordo com a BBC responsável, engenheiro James Damore, foi despedido.

Manifesto tenta justificar a não igualdade de género na Google e no mundo da Tecnologia

Este memorando chega numa altura em que a gigante tecnológica está a braços com uma batalha contra a desigualdade de género.

Aliás, a própria Google está a ser investigada, como já avançamos aqui, pelo departamento de trabalho do governo norte-americano pelas alegadas disparidades salariais praticadas. Assunto que também temos acompanhado e que não é propriamente boa publicidade para esta gigante da Tecnologia.

O caso teve início em Abril quando deu entrada num tribunal de primeira instância em São Francisco, no estado da Califórnia. Isto aconteceu poucos meses depois de as acusações virem a público em janeiro e que terão motivado as investigações por parte do Departamento de Trabalho dos EUA.

De acordo com os representantes deste departamento do trabalho, as disparidades salariais remontam a 2015 e carecem de uma contextualização e fundamentação que terá suscitado o pedido de informações e histórico salarial.

Google tem tentado aplicar a igualdade de género

Só assim seria possível observar e compreender a existência, ou não, das ditas diferenças no pagamento ao fim do mês.

Na altura, a agência também alegou que necessitaria de informações pessoais sobre os funcionários para poder levar a cabo uma ronda de entrevistas confidenciais. O caso ainda está a ser investigado.

Google Manifesto smartphone 4gnews engenheiro igualdade de género Tecnologia
No manifesto encontramos quadros como este

Note-se ainda que o autor do memorando socorreu-se de várias publicações na Wikipedia, publicações em blogs, pesquisas académicas e vários links para fóruns de discussão entre funcionários da própria Google (aos quais apenas os funcionários da gigante tecnológica tem acesso), para fundamentar o seu memorando.

O engenheiro em questão utilizou também alguns artigos de publicações famosas como o The Wall Street Journal, The Atlantic e até o The New Yorker. Tudo para tentar justificar a não igualdade de género na Google e no mundo da Tecnologia em geral.

Para mais informações a Google, Apple  e tudo sobre tecnologia falada em português segue a 4gnews. Acompanha-nos no Facebook, Instagram e claro, no YouTube onde terás também as nossas LiveCasts semanais.

Trata-se de um tema que ainda dará muito que falar, estaremos atentos a novos desenvolvimentos.

Outros temas relevantes:

Top 5 – As melhores séries que já vi até aos dias de hoje

Samsung – Estas são as primeiras fotos reais do Samsung Galaxy Note 8

Motorola Moto X4 – Será a nova dual-câmara assim tão boa?


Viamotherboard
Fontegizmodo
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).