Google Gboard: Google volta atrás numa das piores decisões de sempre!

Filipe Alves
2 comentários

Reclamar traz benefícios! Pelo menos neste caso trouxe. A Google repensou a sua última decisão no Google Gboard e parece que não irá mais avante com o novo design do teclado.

Ontem referimos que alguns utilizadores receberam uma atualização (via servidor) que adicionou o logo da Google à tecla "espaço" do teclado. Os fãs não ficaram propriamente felizes com essa decisão e reclamaram nas redes sociais.

Reclamação dos fãs faz Google repensar o design do Google Gboard

Google Gboard

Com os fãs a reclamar e os websites tecnológicos a reportarem a situação, parece que foi o que bastou para a Google não prosseguir com a ideologia do novo design.

Google Gboard

Muitos dos utilizadores que referiram que o logo apareceu-lhes no teclado Gboard, estão agora a indicar que tudo voltou ao normal. Ou seja, uma tecla "espaço" sem o logo da empresa.

As mudanças no Google Gboard não se ficaram por aqui

Porém, houve uma mudança que parece que não foi reposta. Falo do ícone de Pesquisa Google no canto do teclado. Ao que parece, a Google não acredita que essa seja a melhor solução para o teclado e decidiu "esconder" a pesquisa dentro dos três pontos "..." que é mostrado na parte superior do teclado.

Pessoalmente gostava de ter a Pesquisa Google no ícone sem sub-menus. Por muito que não fosse uma funcionalidade que usasse todos os dias, era algo que me auxiliava recorrentemente.

Prepara-te para mais mudanças no Gboard

Uma coisa é certa, as mudanças não ficarão por aqui. Não me parece que estas mudanças sejam um mero acaso. Muito pelo contrário. A Google está a trabalhar em mudanças para um dos teclados mais populares para smartphone e acredito que mais mudanças de design estão aqui à porta. Como fã dessa aplicação ficarei seriamente atento.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.