Google Fotos: novidade do Android 11 vem irritar utilizadores!

Rui Bacelar
Comentar

Cada utilizador tem um padrão de uso bem definido. Um mesmo caminho que usa para ver uma foto, ou abrir uma aplicação. Hábitos criados e cimentados pela prática. E se de repente o Google Fotos obrigasse a um novo período de habituação?

É exatamente isto que está a irritar alguns utilizadores que já receberam o Android 11, a mais recente versão do sistema operativo da Google. Há novos procedimentos e alterações que estão a dividir opiniões e a frustrar muitas pessoas que usam este serviço.

Mais concretamente, as mudanças no sistema de eliminação de conteúdos no Google Fotos. Algo que mudou, mas não para melhor.

A novidade do Android 11 que está a irritar os utilizadores do Google Fotos

I had to withdraw from the Twitter Beta because scoped storage in Android 11 meant the Twitter app could no longer access anything in Photos.With that fixed, it constantly asks me for permission to do anything & I can't turn it off pic.twitter.com/SlYFJTpc0B

— Holly '8 Cats' Brockwell (@holly) 22 de janeiro de 2021

Em primeiro lugar, não é possível determinar quantos utilizadores estão a ser "afetados", ou expressaram o seu desagrado perante as mudanças no Google Fotos. Isto porque a Google não divulgou ainda a taxa de adoção e utilização da versão Android 11.

Aliás, a norte-americana deixou de divulgar as tabelas de utilização há vários meses perante o cenário constante de fragmentação no sistema Android. Dito isto, não há um índice que nos mostre empiricamente quantos utilizadores têm esta versão.

Por outro lado, vemos fabricantes como a Samsung, OnePlus e Nokia a fazer chegar esta versão aos respetivos smartphone. Ainda que o façam de forma gradual e faseada, já existirá uma base considerável de utilizadores do novo Android 11.

A complicação reside na eliminação de conteúdos no Google Fotos

I use the Web app a lot and now I have to approve all the changes I MADE MYSELF in the mobile app, and it takes ages for it to churn through them all.It's driving me mad pic.twitter.com/GuvBtaTecr

— Holly '8 Cats' Brockwell (@holly) 22 de janeiro de 2021

Tal como aponta a Holly Brockwell no seu perfil de Twitter, testemunho colhido pelo portal XDA Developers, para apagar uma foto ou vídeo é agora necessário tomar mais um passo. Trata-se de uma etapa extra, introduzida com o Android 11, fonte de desagrado.

Portanto, se até agora para eliminar algo do Google Fotos bastava tocar no conteúdo e, em seguida, tocar no ícone do Lixo para o "mover para o lixo", agora há uma nova prompt. Isto é, um novo pedido de autorização, tendo o utilizador que dar permissão ao Google Fotos para apagar, ou restaurar os seus ficheiros. Isto para cada eliminação, para cada ação deste género.

Escalando a adição de mais uma etapa num processo até então simples, estão reunidos os ingredientes para a contestação. Para quem quer apagar várias fotos ou vídeos, ter que tomar mais um passo, em cada uma das ações, é potencialmente frustrante.

Já de acordo com a publicação Android Police, este não é o único problema. Na prática, quem usa o Google Fotos noutro dispositivo e quiser editar um ficheiro que carregou a partir de um smartphone com Android 11, ser-lhe-á apresentada mais uma etapa.

As etapas extra foram introduzidas com o Android 11 da Google

Google Fotos
Diagrama de informações e permissões necessárias. Crédito: XDA Developers

Mais concretamente, com o Android 11 também é pedido que reveja as alterações que não estão abrangidas pela sincronização de ficheiros. Ou seja, são dois problemas e não apenas um, agravado com o acumular de tarefas e pedidos ao Google Fotos.

Isto obriga o utilizador a rever as atualizações e mudanças que fez a um determinado ficheiro - uma foto ou vídeo - noutra plataforma como o computador, por exemplo. Algo que rapidamente se pode tornar repetitivo e indutor de frustração.

Acima temos uma representação gráfica da Scoped Storage que compartimenta o armazenamento interno. É, sobretudo, uma medida que visa reforçar a privacidade e segurança do utilizador, mas obriga-o a tomar mais medidas de aprovação e revisão.

Por fim, este procedimento não está presente em smartphones Pixel com o Android 11. Afeta, sim, equipamentos Samsung, Xiaomi, OnePlus e ASUS, entre outras fabricantes, estando relacionado com a app de galeria.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.