Google encerra o Youtube Gaming! Não há nada que bata o Twitch

Filipe Alves

Google encerra o Youtube Gaming! Não há nada que bata o TwitchO Youtube Gaming foi lançado pela Google em 2015 de forma a combater o crescimento de Twitch, a plataforma de vídeo da Amazon destinado a gamers e streamings.

Contudo, parece que as coisas não correram muito bem para o lado da empresa de Mountain View. Isto porque a empresa acabou de anunciar que vai encerrar a plataforma de vídeo.

Vê ainda: Xiaomi Pocophone F1 ou um topo de gama mais antigo? Qual o melhor?

O Youtube Gaming ainda teve a sua fama no início, contudo, com o passar do tempo os criadores de conteúdo dedicaram-se mais à plataforma "normal" do Youtube ou voltaram para o Twitch.

Dessa forma as novidades apresentadas na plataforma Gaming passarão todas para o Youtube normal dando aos criadores de conteúdo exatamente as mesmas funcionalidades que tinham na plataforma gaming.

Youtube Gaming não conseguiu tirar o favoritismo ao Twitch

O Super Chat foi uma das suas grandes implementações. A Google deu a possibilidade a todos os visualizadores em doar dinheiro a todos os seus criadores de conteúdo preferidos. O Super Chat já está disponível na plataforma normal, aliás, é o Super Chat que nos ajuda em todos os live Podcasts.

A plataforma gaming do Youtube encerrará a março de 2019. Os criadores de conteúdo não terão de fazer nada, tudo o que foi conseguido será portado automaticamente para o Youtube.

O Twitch da Amazon continua a ser a plataforma preferida dos gamers. Embora prefira o Youtube para muito tipo de conteúdo, tenho de admitir que não há nada melhor que o Twitch se fores um amante de vídeo jogos e livestreams.

Editores 4gnews recomendam:

Painel frontal do Nokia X7 surpreende em nova imagem

Os 8 melhores smartwatch de 2018 para quem quer mais que horas

Play Store: Está aqui a nova versão da aplicação (download)

Fonte | Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.