Google e Samsung com relações cada vez mais tensas.

Carlos Torres

google-samsung-logo

Segundo o The Information o Ceo da Google Larry Page e o vice presidente da empresa coreana Jay Y. LEE tiveram uma reunião em clima bastante tenso. A causa de tudo, é a Samsung estar mais focada nos produtos com o OS Tizen em vez de desenvolver novos produtos com Android Wear.

A Samsung tem actualmente vários produtos na gama Gear o Gear 2, Gear Neo, Gear Live e o Fit destes descritos só o Live vem com o Android Wear. A empresa norte americana quer que a Samsung passe a privilegiar o Android Wear, tudo para uma melhor integração com o Android nos smartphones disponíveis no mercado. Como também a Google teria preferido que a Samsung tivesse esperado que o Wear estivesse pronto ao invés de uma versão bastante modificada do Android que a empresa coreana usou nos primeiros dispositivos da linha Wearables.

A mesma fonte afirma que embora aparentemente as relações entre as duas empresas parecerem salutares, as lutas e desacordos nos bastidores têm-se intensificado nos últimos anos. Ainda no último CES o chefe de divisão Android Sundar Pichai disse que a Google caso necessário poderá abandonar o fabricante, tendo a Samsung respondendo que a Google em portas fechadas age como um "valentão".

Era de esperar que quando a Samsung se lançou no seu próprio sistema operativo que em certa altura as coisas azedassem entre ambas as empresas ao salvaguardar os seus interesses, para complicar mais a situação a Samsung na passada semana lançou o Galaxy Apps, uma nova loja de aplicações projectada exclusivamente para os seus smartphones e com isto arrecadar algumas receitas que poderiam pertencer à Google. .

source 1,2