Google e Apple tomam medida drástica para proteger os utilizadores

Carlos Oliveira
Comentar

Um artigo da autoria do Wall Street Journal coloca novamente o tema da privacidade na ordem do dia. Segundo a peça, as gigantes Google e Apple decidiram banir uma tecnologia que tem sido utilizada para espiar a localização dos seus utilizadores.

A tecnologia em causa é utilizada por mais de 400 aplicações bastante populares na Play Store e App Store. No caso da loja da Google, foi concedido aos programadores uma semana para concretizar essa remoção, ao passo que a Apple concedeu duas semanas para o mesmo efeito.

X-Mode é a tecnologia de rastreamento de localização no centro da polémica

Aquilo que despoletou esta medida é o código X-Mode que complementa várias aplicações para Android e iOS. Este código é fornecido separadamente aos programadores, no formato SDK, para que estes o utilizem nas suas apps.

Google Apple

Uma vez incorporado numa aplicação, o X-Mode recolhe os dados de localização dos utilizadores de forma silenciosa. Estas informações são enviadas para os seus servidores e posteriormente vendidas a terceiros.

Em contrapartida, a X-Mode paga uma quantia monetária aos programadores pelo uso do seu código. Esta retribuição é calculada com base na quantidade de utilizadores que usam cada uma dessas aplicações.

Exercito americano será um dos beneficiários

De acordo com o que está a ser avançado, um dos clientes da X-Mode é o exército norte-americano. Uma prática que não é novidade e terá sido precisamente isso que denunciou a X-Mode por esta prática desleal.

O envolvimento deste organismo americano pode ser parcialmente explicado por algum do universo de abrangência das aplicações visadas. Algumas delas são utilizadas pela comunidade muçulmana.

É com bom agrado que vemos a Google e a Apple a imporem-se contra estas práticas que violam a nossa privacidade. Algo que demonstra que as recente polémicas em que ambas se envolveram começam a dar frutos.

Cuidado com as permissões concedidas nas apps que instalas

Dada a natureza atual dos principais sistemas operativos móveis, não se pode ilibar completamente os utilizadores de culpas. Afinal de contas, é este que permite que determinadas aplicações tenham acesso aos seus dados de localização.

Quando instalas uma app que requeira esta informação, ser-te-á solicitada autorização para isso. Portanto, tem bastante cautela nas permissões que concedes às aplicações, sobretudo naquelas que te solicitam dados que em nada têm que ver com o seu principal propósito.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.