Google Duo ganha a funcionalidade que todos queríamos ter!

Filipe Alves
1 comentário

O Google Duo está finalmente a trazer a funcionalidade que deu que falar nos últimos tempos. A aplicação de videochamadas da Google já permite aos utilizadores partilharem o ecrã enquanto estão numa chamada de vídeo.

Esta é uma funcionalidade há muito pedida. São muitos os cenários onde esta funcionalidade é útil. Lembro-me por exemplo de estar fora do país e querer mostrar aos meus pais como é que podiam fazer algo no telemóvel. Com o Google Duo e a partilha de ecrã já não precisas de andar "às aranhas" para explicar algo de forma rápida.

Google Duo e a partilha de ecrã numa videochamada

Google Duo partilha de ecrã

Esta funcionalidade foi revelada hoje pela Google, ou seja, é muito provável que só chegue à tua aplicação nos próximos dias ou semanas. Normalmente este tipo de atualizações chega aos utilizadores de forma faseada. Isto para que se consiga corrigir bugs que não foram detetados nas versões Beta da aplicação.

Google Duo é uma das melhores Apps de chamadas de vídeo

Google Duo

Com a pandemia de Covid-19, as videochamadas tornaram-se mais banais. Contudo, as Apps para este efeito não são tão perfeitas quanto se espera.

O WhatsApp e Facebook Messenger, continuam a ser as mais utilizadas, muito pela comodidade. Porém, a qualidade de imagem e som está longe de ser igualada ao FaceTime ou Google Duo.

A vantagem do Google Duo para o FaceTime (da Apple), é que pode ser utilizado num telemóvel Android, iPhone ou até no PC. Algo que não conseguimos com o FaceTime que é exclusivo para utilizadores Apple.

Além disso, o Google Duo fornece-nos a possibilidade de ter uma chamada de vídeo com um som de qualidade. O som é um dos aspetos mais importantes de uma chamada de vídeo e muitas vezes ignorada.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.