Google desmente qualquer intenção de começar a cobrar pelo Android

Carlos Oliveira
Google Android
O futuro do Android permanece incerto

Há poucos dias surgiu a informação de que a Google poderia começar a cobrar pela utilização do Android. Para ser mais específico, esta decisão recairia sobre as fabricantes chinesas e mudaria por completo a panorama deste sistema operativo de código aberto.

Perante tal informação, a publicação BGR rapidamente solicitou à gigante norte-americana um comentário. Aí a Google quis sossegar o mundo adiantando que não possui qualquer intenção de cobrar às fabricantes pelo Android.

Vê ainda: Cuidado: Confirma que não tens estas 6 aplicações Android com Spyware

A resposta que a gigante de Mountain View deu a esta publicação foi que o tweet em causa não é verdadeiro. Ainda assim, é um comentário que irá levantar muitas dúvidas no seio da comunidade que segue atentamente estes assuntos.

Google diz que o tweet feito na sua conta Android é falso

Importa então contextualizar um pouco mais toda esta temática. Todo começou com uma publicação na página oficial do Android na rede social Twitter. Aí, foi referido que mais para o final deste ano a Google passaria a cobrar às fabricantes chinesas pelo seu sistema operativo.

Esta informação rapidamente havia sido apagada dessa mesma página, mas não sem antes o repositório SlashLeaks a ter espalhado pelo mundo. Tendo em conta a origem desta informação todos deram este dado como oficial.

No entanto, a empresa norte-americana vem agora desmentir a veracidade deste tweet. Nesse caso, qual será a origem da imagem que podes ver acima? Terá sido um erro de algum dos seus funcionários? Terá sido uma montagem de alguém mal intencionado? Provavelmente numa o saberemos.

Qual a origem de toda esta temática?

Desde a sua génese que o Android tem sido um sistema operativo gratuito para todas as empresas que o queiram adotar. A Google consegue fazer tal visto que grande parte das suas receitas provêem da sua pesquisa e do seu navegador Chrome.

No entanto, tudo isto poderá mudar depois da multa aplicada pela União Europeia à Google. Este órgão de soberania ajuizou que a gigante das pesquisas estaria a praticar abuso de poder ao obrigar as fabricantes a instalar os seus serviços nos smartphones Android. O resultado foi uma histórica multa de 5 mil milhões de dólares.

Por consequência, a Google teria de mudar um pouco a forma como distribui o Android. Uma das possibilidades levantadas foi precisamente começar a cobrar às fabricantes pelo uso dos seus serviços.

Em síntese, as fabricantes terão de começar a pagar de forma individual por cada aplicação Google instalada nos seus smartphones. Ainda assim, a possibilidade de pagar pelo Android em si parece continuar fora de questão.

Editores 4gnews recomendam:

Smartwatch: Precisamos urgentemente de um relógio Google

Apple ataca Google e Alexa em publicidade gigante em Las Vegas

Apple iPhone XI: Vídeo mostra design inspirado no Huawei Mate 20 Pro

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.