Home Android

Google confirma que o dark mode poupa bateria em smartphones Android

A Google chegou mesmo a fazer um momento mea culpa...

Google dark mode smartphone smartphones Android 6
A tecnológica norte-americana admite também alguns erros…

A noção já existia e agora a Google confirma aquilo que em boa parte já sabíamos. Se queres poupar bateria no teu smartphone Android então passa a utilizar o dark mode “Modo Escuro” nos teus smartphones e dispositivos móveis.

Em primeiro lugar, os gráficos divulgados recentemente pela Google mostram-nos o impacto deste dark mode na autonomia de bateria. Aqui importa não confundir autonomia com vida útil (ciclos de carga) que uma bateria pode suportar ao longo dos anos.

Vê ainda: Google vai em breve melhorar as partilhas nos smartphones Android

Em segundo lugar, os gráficos comparativos que a Google agora nos fornece permitem-nos enterrar qualquer dúvida. Se queres aproveitar ainda mais o teu smartphone e alargar a sua autonomia deves usar, sempre que possível, o dark mode.

Nesse sentido, a tecnológica norte-americana partilhou as suas conclusões durante a  Android Dev Summit. Por outras palavras, durante o congresso dedicado ao sistema operativo Android, aos programadores bem como aos desenvolvedores de software.

O impacto do dark mode no Android e num ecrã OLED

Em terceiro lugar e tal como avança a imprensa internacional, mais concretamente a SlashGear não é só o brilho de ecrã que influencia bastante a autonomia de bateria. A esse importante fator temos que juntar também as cores utilizadas, algo que é especialmente verdade em ecrãs OLED. Todavia, em ecrãs LCD o mesmo principio já não se aplica, pelo menos com tanta intensidade. Vejamos em seguida todas as conclusões apresentadas pela própria Google, sempre ciente de que a “bateria” nunca é demais.Google dark mode smartphone smartphones Android 7

Olhando para o gráfico acima, podemos aqui ver a quantidade de energia gasta em cada pixel num display OLED aquando da apresentação de certas cores. Mais ainda, importa frisar que aqui está a ser utilizado o brilho máximo. Em suma,  fica assim bem claro que a cor branca é a que mais energia consome num ecrã OLED.

A cor branca é a que mais energia consome num ecrã OLED

Em suma, confirma-se assim a generalização de que os ecrãs OLED podem gastar menos energia se escolheres, por exemplo, um wallpaper escuro. Por conseguinte, poderás melhorar a autonomia do teu smartphone Android se optares, sempre que possível, pelo dark mode nas aplicações que o suportem.

O impacto do Night Mode no consumo energético do ecrã do smartphone

Em segundo lugar os peritos da Google partilharam as suas conclusões sobre o impacto do “Night Mode” ou modo noturno no consumo energético. Para tal socorrerem-se do seu smartphone Android, o Google Pixel frente à concorrência, neste caso o iPhone 7.

A importância da cor na autonomia do teu smartphone Android

Todavia importa frisar que nem todos os smartphones Android vão aproveitar da mesma maneira o “Night Mode”. Por conseguinte, apesar de provarem que é possível recorrer ao software para otimizar o consumo energético, nem todos os equipamentos se comportam da mesma forma.

A Google partilhou também as suas conclusões relativamente ao impacto da cor nas diversas aplicações. De que forma é que determinada paleta de cores de uma aplicação poderia gastar mais ou menos energia. Isto é, provocar um aumento ou diminuição no consumo energético.

A Google reconhece o impacto do “dark mode” nas suas apps para Android

Mais uma vez, quanto mais claro for o esquema de cores de uma app, maior será o consumo energético. Há aqui um padrão fácil de interpretar e que nos leva novamente à importância do dark mode.

A Google está a dotar as suas apps de um dark mode para conter os gastos energéticos.

Em suma, se tens um smartphone Android com um ecrã OLED então podes “espremer” facilmente um pouco mais de autonomia. Para tal bastará diminuir o brilho, utilizar papéis de parede / temas escuros bem como o dark mode sempre que possível.

O impacto do brilho máximo em smartphones com ecrã OLED

A Google também estudou o diferente comportamento em situações de brilho máximo num ecrã OLED. Em suma, concluiu que o preto, mesmo no brilho máximo, praticamente não consome energia. Já o branco é a cor que mais energia gasta, sobretudo com o brilho no máximo.

A Google chegou mesmo a fazer um momento mea culpa, reconhecendo que até ao momento tem estimulado o comportamento oposto. Sobretudo com o seu Material Design que nos trouxe várias apps para Android com cores muito claras.

Aliás, a grande maioria das aplicações da Google para smartphones Android acaba por ter uma tez muito clara. Todavia, a tecnológica norte-americana irá agora disponibilizar o dark mode para grande parte das suas apps para smartphone.

Em suma, apercebendo-se de que até agora acabou por estimular o desenvolvimento de apps cuja interface é predominante branca. Algo que acaba por gastar mais energia, a empresa quer inverter o comportamento.

Editores 4gnews recomendam:

Apple e Amazon juntam-se e poderão criar algo épico

The Walking Dead (TWD) – Trilogia envolvendo Rick Grimes em produção

Google Pixel 3 começam a dar problemas de sobre-aquecimento

Fonte | via

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).