Google confirma nova quebra global no serviço Gmail

Rui Bacelar
Comentar

O serviço de correio eletrónico Gmail voltou a falhar após a quebra generalizada dos serviços Google a 14 de dezembro, incidindo agora sobretudo nos Estados Unidos da América. A Europa foi menos afetada, mas também sentiu falhas no serviço.

A Google já veio a público reconhecer a quebra, com o serviço a ser reposto, mas não sem que milhões de utilizadores vissem o seu trabalho e utilização afetada. O caso foi apontado pela DownDetector e mostra falhas consideráveis nas capitais europeias.

O Gmail voltou a falhar na noite de 15 de dezembro

Serviço Google Gmail
Mapa de ocorrências apontado pela plataforma DownDetector

Paris, Londres e os Benelux estão entre as capitais e nações europeias mais afetadas. Em Portugal a incidência é visível em Lisboa, bem como no norte do país e Galiza. Entre falhas gerais do serviço da Google, às quebras no envio de emails, as queixas são várias.

Vale frisar que os problemas começaram a ser apontados a partir das 21:00 h (hora de Lisboa) do dia 15 (terça-feira), acalmando a partir das 00:00 horas do dia 16 de dezembro, a presente quarta-feira. Há, contudo, novos casos reportados esta manhã.

A quebra nos serviços Google também se sentiu na Europa

Entretanto, a Google já confirmou a quebra nos seus serviços, afetando particularmente o Gmail. A publicação foi feita na sua plataforma Worspace onde dá conta do seguinte:

"Estamos cientes de um problema com o Gmail que afeta um número significativo de utilizadores. Os utilizadores afetados conseguem aceder ao Gmail, mas estão a deparar-se com mensagens de erro, alta latência, ou outro comportamento anómalo. Assim que possível providenciaremos mais detalhes relacionados com a resolução dos problemas. Notem, por favor, que o tempo de resolução dos problemas podem variar de local para local."

Today, at 3.47AM PT Google experienced an authentication system outage for approximately 45 minutes due to an internal storage quota issue. This was resolved at 4:32AM PT, and all services are now restored.

— Google Cloud (@googlecloud) 14 de dezembro de 2020

Acima vemos a justificação pública da Google perante a falha sentida na última segunda-feira. Relativamente ao novo caso não temos ainda qualquer justificativa a ser avançada pela tecnológica norte-americana.

A redação da 4gnews não sentiu falhas significativas no serviço Gmail durante a última terça-feira (15).

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.