Google Chromecast é hackeado para promover o PewDiePie

Vitor Urbano
Google Chromecast Smart TV PewDiePie YouTube
Google Chromecast e Smart TVs são hackeadas para promover o canal do PewDiePie

Hoje em dia, qualquer amante de tecnologia almeja conseguir tornar a sua casa numa 'casa inteligente', e os gadgets à disposição são mais que muitos. Uma das adições essenciais que tens de fazer à tua sala, é sem dúvida a compra de um Google Chromecast.

Este é muito provavelmente um dos gadgets mais versáteis e acessíveis que podes comprar, colocando à tua disposição funcionalidades fantásticas. No entanto, muitos destes gadgets, quando utilizados de forma ingénua podem colocar a tua privacidade em risco.

Vê ainda: Google Chrome: Confirma-se o Dark Mode para Windows 10

O alertar de milhares de utilizadores para este fato foi exatamente o que motivou o hacker Giraffe. Este popular hacker (e fã do Youtuber PewDiePie) conseguiu hackear mais de 5 mil Google Chromecasts, Google Homes e Smart TVs, apresentando em todos eles uma imagem que explica terem sido expostos na internet pública.

Milhares de Google Chromecast hackeados para promover o PewDiePie

Para além disso, o hacker achou que seria engraçado promover o canal de Felix Kjellberg, mais conhecido como PewDiePie. Giraffe explica que esta ação foi desenvolvida da forma mais inofensiva possível, querendo apenas chamar à atenção dos utilizadores.

Por isso, incluiu também na imagem um link para um tutorial em como manter a segurança da sua privacidade quando utilizam este tipo de dispositivos. A promoção do canal de PewDiePie tem uma explicação muito simples.

PewDiePie é o canal com mais seguidores no YouTube, mas surgiu um canal indiano (T-Series) que ameaçou a posição de destaque do sueco. Rapidamente o slogan "Subscribe to PewDiePie" tornou-se um meme viral na internet. Uma vez que o hacker é fã de PewDiePie, achou que seria uma adição cómica à sua 'ação educativa'.

Google Chromecast PewDiePie hackeado

Um representante da Google já emitiu um comunicado oficial sobre este acontecimento, afirmando categoricamente que este não é um problema do Google Chromecast. Passando a 'batata quente' para as mãos dos utilizadores, culpando as definições utilizadas nos seus routers.

O hacker revelou ainda que no seu scan inicial utilizando o motor de busca Shodan, encontrou mais de 120 mil dispositivos vulneráveis ao seu script. Uma vez mais, fez questão de salientar que o seu objetivo foi apenas educacional. Referindo que outro tipo de hacker, poderia utilizar esta vulnerabilidade de uma forma muito mais nefasta.

Editores 4gnews recomendam:

Pesquisa Google ficará bem mais inteligente com a nova atualização

Xiaomi Mi 8 e Pocophone F1: Instala a Google câmara de forma simples!

Google Maps com funcionalidade de mensagens? Quase!

Fonte | Via

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.