Google bane da Play Store um dos seus maiores contribuidores

Carlos Oliveira

Este é um dos casos mais mediáticos no que respeita ao desrespeito pelas diretrizes da Google na sua loja de aplicações. Segundo adianta a publicação BuzzFeed, uma das maiores desenvolvedoras de aplicações para o Android acaba de ser expulsa da Play Store.

A entidade em causa é a DO Global que, juntando todas as suas aplicações, tinha já mais de 600 milhões de downloads na loja de aplicações da Google. Esta é uma empresa chinesa que é parcialmente detida pela também chinesa Baidu.

Play Store

À data da escrita deste artigo, 46 aplicações da DO Gobal foram já removidas da Google Play Store. Uma medida drástica que é tomada no seguimento de um relatório, também da BuzzFeed, que dava conta da violação de algumas das regras da empresa norte-americana.

DO Gobal vê um número significativo de aplicações removidas da Play Store

Segundo a fonte, a DO Global possuía perto de 100 aplicações disponíveis na loja de aplicações para o Android. Com efeito, a empresa viu já quase metade do seu inventário desaparecer desta plataforma. Uma cifra que faz desta uma dos maiores remoções da história.

Não comentando em específico este caso, a Google refere apenas estar em constante monotorização de casos que violem as suas políticas. Uma vez encontrados cenários do género, naturalmente que medidas serão tomadas. Do lado da DO Global também não existe qualquer comentário ao sucedido.

DO Global

Mas afinal o que gerou esta drástica medida da parte da Google?

Em causa estão pelo menos seis aplicações da DO Global que cometiam fraude de anúncios e que escondiam informações dos utilizadores. Segundo avança o relatório da BuzzFeed, a empresa falsificava cliques em anúncios da sua autoria sem o conhecimento dos utilizadores.

Esses reencaminhavam para aplicações com nomes genéricos como "Selfie Camera" ou "Photo Artist Studio". Aplicações essas que eram também da autoria da DO Global, embora essa informação tentasse ser mascarada o mais possível.

Por conseguinte, o facto de esconder informações respeitantes à autoria de uma determinada aplicação é já uma violação às regras da Play Store. Nesse sentido, a empresa chinesa viu-se igualmente removida do sistema de monetização de anúncios da Google.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.