Google já tem substituta à Google Assistant para o Android na Europa

Carlos Oliveira
Google Assistant Android Europa
As mudanças no Android para a Europa continuam

A Google não tem tido dias fáceis com o Android na Europa. A Comissão Europeia impôs recentemente uma multa milionária à tecnológica por achar que sua política não é a mais justa. É uma decisão que terá impacto nos serviços oferecidos pela norte-americana, nomeadamente na Google Assistant.

Em primeiro lugar, importa contextualizar todo este cenário. Como saberás, as fabricantes que querem incluir as aplicações Google nos seus smartphones Android têm de instalar o pacote completo.

Vê ainda: Google Play Store: 11 Apps Premium que estão agora grátis. Aproveita!

Afim de terem a Play Store nos seus equipamentos, as fabricantes têm de instalar também o Chrome, a pesquisa Google, o Maps, o Play Music e por aí fora. Pois bem, no entendimento da Comissão Europeia, esta obrigatoriedade está a limitar o potencial de crescimento de outras plataformas semelhantes.

Em resultado desta decisão, a Google passará a licenciar as suas aplicações de forma individual. Por exemplo, se uma fabricante quiser instalar apenas a Play Store, poderá fazê-lo. Se quiser apenas instalar o Chrome e o Maps, também o poderá fazer.

A Google Assistant terá uma substitua mais limitada para o Android na Europa

No entanto, este tipo de abordagem não será de todo benéfica para o ecossistema que a empresa de Mountain View tem vindo a construir. Existem certas dependências que poderão deixar de ser cumpridas.

Uma delas está relacionada com a Google Assistant. Para que esta funcione de forma perfeita, é necessária a instalação do Google Search e do Chrome. Assim sendo, as fabricantes Android, na Europa, que não optarem pelo licenciamento destas aplicações não poderão usufruir da Assistant.

Por forma a colmatar este cenário, a empresa norte-americana lançou o Voice Action Services. Embora esta traga a mesma interface e a capacidade de responder a comandos de voz, terá algumas limitações.

Observando as imagens disponíveis na Play Store, constamos que o Voice Action Services poderá marcas compromissos no calendário, ligar ou desligar o Bluetooth e até registar lembretes.

De acordo com o que a responsável pelo Android anunciou, este serviço irá distinguir-se da Google Assistant em apenas um ponto. Na sua incapacidade de realizar pesquisas online. Com efeito, terás uma assistente que apenas funcionará ao nível do smartphone.

Volto a relembrar que a existência deste serviço deve-se às imposições da Comissão Europeia para o Android. Em resultado, o Voice Action Services apenas está disponível na Play Store da Europa, visto não ser necessário noutros mercados.

Ainda assim, quem comprar um smartphone Android na Europa sem o Search instalado, poderá na mesma usufruir da Assistant. Para tal, terá de se dirigir à Play Store e descarregar as aplicações Google e da Assistant de forma manual.

Editores 4gnews recomendam:

Huawei P30 Pro: Primeiras informações sobre o futuro smartphone

Samsung Galaxy S10: Fuga de informação refere 12GB de memória RAM

Xiaomi Mi MIX 3: Eis a primeira foto capturada com o smartphone

Fonte

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.