Google Assistant ajudar-te-á a encontrares o teu carro mais facilmente

Carlos Oliveira
Comentar

A mais recente funcionalidade que chega à Google Assistant será particularmente útil para os mais esquecidos. A partir de agora, esta assistente virtual será capaz de te relembrar onde deixaste o teu carro estacionado.

A Google Assistant fará todo o trabalho de memorização por ti

O local onde estacionaste o teu carro ser-te-á apresentado de forma automática. Para isso, a Google Assistant irá basear-se no teu histórico de localização e onde começaste a andar a pé para estimar onde tens o carro estacionado. Por conseguinte, esta funcionalidade poderá, nem sempre, ser 100% exata.

Há muita gente que tem o hábito de gravar, manualmente, no Google Maps o local onde deixa o seu carro. Poderás continuar a fazer-lo e, nesse caso, a Google Assistant irá servir-se dos dados do Maps para mostrar-te onde estacionaste o carro.

O Android Auto ainda não serve de apoio à Google Assistant

Hoje em dia são cada vez mais os carros que possuem Android Auto ou outro tipo de serviços Bluetooth para se ligarem aos nossos smartphones. Por conseguinte, a interrupção da conexão com esses serviços poderia ser mais uma fonte de informação para a Google Assistant.

Infelizmente, esta assistente virtual ainda não se pode servir desses dados para estimar onde estacionamos o carro. Quem sabe no futuro esse paradigma venha a mudar.

Para o caso de achares que tudo isto não é totalmente novo, devo dizer-te que tens toda a razão. A Google havia implementado algo semelhante no Google Now, em 2014. Por razões desconhecidas a empresa norte-americana acabou por removê-la mais tarde. Felizmente, está agora de volta.

Esta função está a ser implementada de forma faseada na Google Assistant. Significa, portanto, que nem todos a receberão ao mesmo tempo. Nesse sentido, se ainda não recebeste esta novidade, será uma questão de tempo até que a recebas.

Comentar
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.