Gionee Marathon M5 apresentado, bateria Dupla com o total de 6020mAh e 4 dias de uso intenso

Filipe Alves

gionee m5 (1)

A Gionee apresentou hoje dois novos terminais. Eu bem tentei ver aquilo em direto mas o meu Mandarim anda um pouco enferrujado e aquilo mais parecia um show de gritos e aplausos.

Mas no meio disto tudo a Gionee lá nos mostrou dois smartphones interessantes, o Elife E8 foca-se mais numa qualidade topo com especificações fantásticas, este Gionee Marathon M5 em especificações interessantes mas com um trunfo que a concorrência vai detestar.

Se até agora em Portugal muito se falava de THL devido à sua fama nas baterias de grandes amperagens, hoje temos um smartphone capaz de mudar o pensamento aos Portugas.

O Gionee Marathon M5 oferece um ecrã de 5.5"polegadas HD 1280 x 720 pixels com processador quad-core, 2GB de RAM e 16 GB de memória interna com a possibilidade de inserir um catão Micro SD até 128GB. Mas o mais surpreendente vem agora, este terminal é munido com duas baterias de 3010mAh a trabalharem em conjunto. Desengana-te se pensas que lá por ter dias baterias o smartphone é muito grosso, a Gionee conseguiu reduzir o bad boy para apenas 8.5mm.

Cada vez mais acredito que só as marcas #chinaaopoder é que estão realmente a ouvir os clientes, se não existe ainda uma tecnologia para fazer da nossa bateria melhor, porque não introduzir duas?

A Gionee refere que estas duas baterias durarão para 4 dias de uso intensivo (que sonho). Ambas tem a sua entrada de carregamento para com que faça o carregamento do terminal de uma forma mais rápida.

Este terminal deverá chegar ao mercado por ±350€ a dia 25 de Junho nos sites #chinaaopoder. Garantidamente ficaremos atentos a este terminal e se possível claro está fazer a sua review.

Talvez queiras ver:

gionee-m5-1.jpgGionee-Marathon-M5-Teaser.jpgGionee-Marathon-M5.jpg

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.