Algo com que me tenho deparado, enquanto jogador, é o facto de haver sempre alguém a criticar quando outra pessoa compra um periférico caro, para gaming. Geralmente, as pessoas dizem: “Nunca compraria um rato tão caro” ou “Para que precisas de um teclado desse preço quando existem tão baratos?”

Como o meu objetivo na 4gnews é informar, decidi então escrever um artigo sobre isto. É um assunto delicado e que pode dividir opiniões, por isso vou tentar ser o mais direto possível ao escrever sobre este assunto.

   

Quando vais comprar um rato ou um teclado para o teu computador, encontras muitos produtos desde 10€ até 200€. Como já disse, há muita gente que não percebe o porquê de alguém comprar produtos mais caros, porque acham que os mais baratos fazem o mesmo. Eles fazem e não fazem.

Vê ainda: Novo vídeo mostra um Windows 10 mais elegante com o Projeto Neon

Um rato de 10€ também consegue apontar a “seta” no Windows para onde queres clicar. Um teclado de 10€ também consegue escrever as letras, números e acentos que tu queres escrever no teu computador. Um rato e/ou teclado de 100€ também o faz(em).

A diferença estará, obviamente, na qualidade dos materiais. Desde a construção e o número de teclas programáveis e funções extra na roda do rato, o que encarece bastante um produto. Alguns até trazem luzes RGB programáveis. Porém, não é só na qualidade de construção, nas funções que estes periféricos possuem, nem sequer estas luzes RGB programáveis, que tornam um periférico tão caro, ou seja, o que está ao teu olhar.

Rog Strix Impact
Rog Strix Impact

Como se diz em muitos casos, “o interior também conta”. Por exemplo, um rato tem um sensor para detetar como o mexes, para traduzir esses movimentos no movimento da “seta” no ecrã. Esses sensores podem ser melhores ou piores, tal como o processamento do sinal. Para teres uma melhor ideia, o rato para gaming Logitech G402 Hyperion Fury tem um processador ARM de 32 bits (o processador do teu telemóvel possivelmente utiliza uma tecnologia parecida), só para processar o sinal mais rapidamente.

Os teclados mais caros também fazem uma diferença enorme. Dou-te o exemplo do teclado que uso para jogar. É um teclado de 20€. Num jogo FPS em que eu queira usar o “W”, “A” e o SHIFT ao mesmo tempo, que recarrego ou carrego nos números para mudar uma arma, o teclado não consegue “ativar” todas essas teclas. A isto chama-se Ghosting. O que um teclado mais caro faz, é ter um processamento das teclas muito superior, fazendo assim com que consigas premir bem mais teclas ao mesmo tempo, juntamente com outras funções várias que possam vir incluídas.

Posso confirmar-te que bons periféricos poderão dar uma ajuda enorme enquanto jogas, como já expliquei através aquele exemplo. Com os ratos, é importante que tenhas um bom sensor e funções que te ajudem. Para os vários géneros de jogo, já há muitos ratos com capacidades específicas, mas em todos existe um sensor de grande qualidade para que haja precisão e rapidez – a rapidez é importante apenas em alguns tipos de jogo.

Não percas: Anunciada data de lançamento de “Destiny 2” e primeiro trailer oficial

Teres tudo isto num rato ou teclado para apenas trabalhar, pode parecer ridículo para algumas pessoas. No entanto, não é. Dou o meu exemplo: jogo e trabalho com inúmeros programas e tenho um Logitech MX Anywhere 2, que é um rato wireless (sem fio). O seu preço varia entre os 60€ e 80€, mas ele tem várias funções que me facilitam, quando trabalho ou enquanto jogo. Este não é um rato para gaming mas, para mim, devido ao seu sensor poderoso e ao facto de ter uma bateria embutida recarregável, tem servido para tudo.

Isto tudo para concluir que, o mercado é enorme e as empresas todas procuram satisfazer as necessidades do consumidor. Se eu recomendo um rato ou teclado barato? Não. Se conseguires comprar um periférico mais caro, mesmo que não queiras usar para gaming, pensa pode ser útil para outras tarefas que queiras desempenhar.

Outros assuntos relevantes:

1 de Abril: os melhores vídeos e partidas da Google

Moto G5 posto à prova em testes de resistência!

Google I/O 2017: apresentação da Google já tem data marcada

Desde que me lembro fui muito interessado em informática e em gaming. Agora procuro dar o meu contributo ao projeto 4gnews da melhor forma possível!