Samsung Galaxy S8
Samsung Galaxy S8

A Samsung apresentou o seu novo Galaxy S8 e S8+ no passado mês de março. Estes seus novos topos de gama são equipamentos com uma qualidade que faz jus ao seu estatuto, seja em termos de design ou em termos de performance.

Os primeiros tempos de existência do Galaxy S8 no mercado já levantaram relatos de alguns problemas menores. Ecrãs que apresentavam uma coloração mais avermelhada que o esperado, alguns reiniciar espontâneos e pequenos problemas com o seu carregamento sem fios. Felizmente nada que nos faça preocupar com o regresso do fantasma do Galaxy Note 7.

Vê também: Dual-Câmara do OnePlus 5 é revelada em nova imagem

   

Um dos pontos de atração neste equipamento tem que ver com a sua tecnologia de carregamento rápido. Todos queremos que o nosso smartphone consiga a maior percentagem de bateria possível no menor tempo possível. No entanto, esta tecnologia presente no Galaxy S8 tem um pequeno senão. Só poderá ser devidamente utilizada quando o ecrã do equipamento se encontrar desligado.


A Samsung chama-lhe de Samsung Adaptive Fast Charge, mas na realidade é apenas uma designação diferente para a tecnologia Fast Charge 2.0 da Qualcomm. Não pensemos que a mesma já não desempenha o seu trabalho com distinção, porque ainda o faz. O senão é esta pequena limitação.

A Fast Charge 4.0 da Qualcomm, compatível com o novo Snapdragon 835, já não tem este pequeno inconveniente. No entanto, o Exynos 8895 não suporta o Fast Charge 4.0. Uma vez que grande parte dos mercado mundiais recebeu a versão com o processador caseiro da Samsung, a empresa sul-coreana optou pelo Fast Charge 2.0 afim de não fragmentar ainda mais o mercado.

Referência a esta limitação ausente dos manuais do Galaxy S8

Todavia, a Samsung esqueceu-se – ou fê-lo deliberadamente – de mencionar esta limitação nos manuais do novo Galaxy S8. Nem mesmo nas páginas de suporte oficiais os equipamento encontrarás menção a tal.

Se este é um grande problema? Creio que não. Obviamente que existem discrepâncias consideráveis nos tempos de carregamento do Galalxy S8 dada esta limitação. Estamos perante tempos a rondar as 2:51 horas de tempo de carregamento com o ecrã ligado para 1:37 horas com ele desligado. Mas, ainda assim, este não deve ser encarado como um ponto contra a compra deste equipamento.

Se estás a pensar em comprar o novo topo de gama da Samung, então ficarás agradado em saber que a nossa review ao Galaxy S8 já está disponível. Poderás vê-la aqui mesmo, no final deste artigo.

Outros assuntos relevantes:

Sony Xperia XZ Premium exibe o potencial da sua câmara em Lisboa

Meizu Pro 7 será lançado com um processador Helio X30

Ubisoft vai focar-se nos problemas do Tom Clancy’s: Rainbow Six Siege

Viasammobile
Fontephandroid
O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal mata-tempo.