Galaxy S7 Edge

A Samsung fez tudo bem. Tudo. Pelo menos no que toca aos seus Galaxy S7, nomeadamente o Galaxy S7 Edge. O terminal já fez 1 ano mas é como se tivesse sido apresentado ontem.

Aproveita aqui os melhores descontos em Smartphones

   

De facto, o Galaxy S7 Edge foi um smartphone que falhou em muito pouco, ou quase nada. Tinha um design incomparável e limpava várias das lacunas que tinham sido apontadas ao seu antecessor, como a bateria, a possibilidade de expansão da sua memória ou a resistência à água e ao pó.

Deste modo, o smartphone conquistou o prémio “Best Smartphone 2016” reconhecido pela GSMA, uma organização comercial que representa os interesses dos operadores móveis a nível mundial. O S7 Edge foi distinguido com base no seu design e inovação, que são duas características que penso que todos consigam ver nele. O terminal da Samsung tinha como adversários, por exemplo, o Apple iPhone 7 Plus ou até o Google Pixel XL.

Como utilizador do Galaxy S7 Edge por algum tempo, o suficiente para perceber o tipo de dispositivo que era, esse tinha tudo que alguém possa procurar num smartphone. O seu maior problema era a sua fragilidade. Contudo, penso que essa pode ser perdoada visto que o smartphone tem especificações e particularidades tão distintas e próprias.

Por fim, resta tentar perceber se o prémio entregue pela GSMA irá para a Samsung no próximo ano. Se sim, muito bem. Se não, será porque houve, nessa altura, outra empresa que se terá saído ainda melhor. Com o que vimos até agora, no Mobile World Congress de 2017, e com o que há ainda para ser apresentado, será o Galaxy S8 o candidato mais bem posicionado para receber tal prémio?

Bom, ainda não conhecemos o S8 de modo oficial, nem tampouco variadíssimos smartphones que serão anunciados ao longo do ano, mas certamente que será uma escolha mais difícil este ano.

Outros assuntos relevantes:

OnePlus 5: surgem novos rumores sobre este novo smartphone

Wiko WIM traz tudo e mais alguma coisa, incluindo Dual-Câmara

Samsung Flow é a aplicação que liga o Android ao Windows 10

FonteSamsung
Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.