Android. Série Samsung Galaxy J pode ser substituída pelos Galaxy A

Rui Bacelar
Samsung Galaxy J Galaxy A Android Oreo Samsung Galaxy J4 Samsung Galaxy J5 (2017) Samsung Galaxy J7 (2017) 4gnews Review Análise Smartphone
Em breve poderemos assistir ao fim desta linha de dispostiivos.

A atual líder do mercado de dispositivos móveis estará prestes a implementar mudanças radicais no seu alinhamento de produtos. Por conseguinte, em breve poderemos assistir ao fim de toda a série Samsung Galaxy J. Sim, os seus atuais smartphones Android de entrada, os mais económicos.

Apesar de estas informações não serem oficiais, certo é que ligam a crescente pressão e sucesso das fabricante chinesas ao insucesso dos Galaxy J. Nesse sentido, estará a Samsung em apuro no segmento de entrada? Haverá aqui algum fundamento de verdade?

Vê ainda: Samsung está a trabalhar num smartphone com mais ecrã e menos margens

Infelizmente não temos novos dados ou relatórios onde nos sustentar. Todavia, a imprensa internacional coloca duas posições, algo contrapostas. Em primeiro lugar citando a apresentação de um novo Samsung Galaxy A9 Pro no dia 11 de outubro. Dispositivo este que será cirúrgico para o mercado chinês onde a marca perdeu a sua relevância.

Todavia, as mesmas fontes sugerem também que toda a gama Samsung Galaxy J chegará ao fim muito em breve. Ora mas porquê? Segundo consta a sua performance de vendas estará tão má que a marca começará de novo, inaugurando uma nova gama de produtos.

Estarão os dias contados para os Samsung Galaxy J?

Nesse sentido continuaremos a ter smartphones Android de gama baixa ou gama de entrada. Todavia o seu nome poderá então deixar de ser Samsung Galaxy J, passará a ser composta pelos Galaxy A. Ora, caso tal se verifique vemos então a marca a reconhecer a derrota perante as fabricantes chinesas. Marcas que, por norma oferecem produtos com uma relação preço/qualidade tão ou mais vantajosa do que a Samsung. Os resultados parecem estar à vista...

Samsung Galaxy J Galaxy A Android Oreo Samsung Galaxy J4 Android firmware Samsung Galaxy J5 2017 Samsung Galaxy J 2018 Samsung Galaxy A3 2017 Galaxy J3 2017 Samsung Galaxy J5 (2017) Samsung Galaxy J7 (2017) 4gnews Review Análise Smartphone
O segmento de entrada foi gradualmente conquistado pelas fabricantes chinesas.

Esta possibilidade foi avançada pela Etnews, entidade que sugere uma descontinuação de todo e qualquer Samsung Galaxy J. Em vez destes terminais teremos novos Samsung Galaxy A a substituir os primeiros.

Série Samsung Galaxy A poderá substituir os Galaxy J a partir de 2019

A suposta substituição será gradual e faseada, associando cada vez mais os smartphones Android da marca à sensação premium. Nesse sentido importa frisar que a gama Galaxy A representa o atual alinhamento de gama média da fabricante sul-coreana.

Aliás, os atuais Galaxy A não são propriamente os mais económicos, veja-se aqui o preço do Galaxy A6 apresentado este ano. Tudo isto para exemplificar a tendência da marca em apontar cada vez mais para o segmento premium.

Samsung Galaxy A6 Android Oreo Google Samsung Galaxy J Galaxy A
Este é o mais recente elemento da linha "A"

Já por outro lado, é inegável que a gama Galaxy A é atualmente bem conhecida no panorama nacional e internacional. Por conseguinte isto é algo que também pesaria significativamente caso a marca decida mesmo acabar com a gama "J".

É atualmente sinónimo de smartphone Android...

Em segundo lugar e segundo a mesma fonte, a fabricante Android está a planear criar uma nova série de dispositivos económicos. Segundo consta chamar-se-ão Galaxy M e poderão manter o preço e características modestas para quem procura algo simples e económico.

Em suma, poderá demorar até um ano até que a fabricante Android altere o seu esquema e gamas de produtos. Todavia, torna-se agora óbvio que a tecnológica sul-coreana está a adaptar-se face à crescente ameaça das concorrentes.

Seja como for, para se manter a nº1 a Samsung tem que permanecer vigilante e, sobretudo, competitiva.

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.