O futuro da televisão passa pela Inteligência Artificial

Filipe Alves

O futuro da televisão passa pela Inteligência Artificial

A BBC referiu ontem que melhorará a forma como vemos televisão com a Inteligência Artificial. Numa parceria feita com universidades do Reino Unido, a BBC acredita que a implementação de "Machine Learning" na informação obtida, ajudará a melhorar a visualização de conteúdo.

Hoje em dia a televisão é mais complexa do que se imagina. Muito se fala das audiências e sobre programas que nos deixam colados ao ecrã (como Game Of Thrones), mas até que ponto é que devemos ver uma publicidade de "Nívea" antes de um jogo de futebol?

Vê ainda: OnePlus 5T com design exposto por duas novas imagens

Essa é a tarefa mais complexa das televisões. Enquanto que no Youtube e em websites como o nosso, muitas das publicidades são geradas pelos interesses dos utilizadores (por isso os cookies), na televisão, a aposta tem sido às cegas.

A típica televisão ficará mais inteligente num futuro próximo

Com a "Machine Learning" a BBC acredita que conseguirá perceber quais as publicidades a mostrar em determinados programas. De acordo com a informação, este plano de 5 anos ajudará a que a cadeia de canais Britânica consiga direcionar conteúdo mais relevante para o utilizador.

Para além das publicidades mostradas nos intervalos, a Inteligência Artificial ajudará o canal a perceber quais os tipos de conteúdo mais relevantes indicando programas idênticos para os gestores do canal.

Esta é mais uma prova que o futuro passa pela inteligência artificial, este tipo de dados é extenso demais para um humano conseguir processar, desta forma automatizada, tudo será mais simples e possivelmente melhor, a ver vamos se realmente as coisas melhoram!

Outros assuntos relevantes:

Huawei Mate 10 Pro rivaliza com o Google Pixel 2 segundo a DxO

O que tem a dizer o CEO da Qualcomm sobre a batalha legal com a Apple?

Google apresenta novo programa de recompensas na Google Play Store

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.