Frio extremo impede carregamento de carros elétricos Tesla nos EUA

Sabryna Esmeraldo
Sabryna Esmeraldo
Tempo de leitura: 1 min.

As temperaturas severas que atingiram a cidade de Chicago, nos Estados Unidos, estão a causar problemas para proprietários de carros Tesla, que relatam estar a ter grandes dificuldades para carregar a bateria de seus automóveis.

Além da bateria levar bem mais tempo para carregar, o que tem causado longas filas nas estações Supercharger, os condutores afirmam que o frio reduziu de forma significativa a capacidade dos Veículos Elétricos (VEs) de manter a carga.

Temperaturas extremas prejudicam baterias de íon de lítio

tesla
Imagem ilustrativa do guia Práticas recomendadas para climas frios da Tesla (Imagem: Divulgação / Tesla)

Para esta semana, a previsão do tempo em Chicago é de temperatura máxima de -5ºC, enquanto a mínima pode chegar aos -19ºC no sábado, de acordo com informações do The Weather Channel.

Em entrevista à CBS News Chicago, vários condutores reclamaram do esgotamento rápido da bateria de seus Tesla. Um deles destacou que uma carga que levaria 45 minutos para ser feita está a demorar cerca de 2 horas, por causa do frio.

Embora a Tesla tenha sido a marca mais citada, os problemas com o clima de inverno não são exclusivos da empresa de automóveis. Conforme a CBS News Chicago explicou, baterias de íon de lítio são notoriamente suscetíveis ao frio, inclusive em telemóveis.

A Tesla disponibiliza o guia Práticas recomendadas para climas frios com dicas e orientações para prevenir esse tipo de problema. A fabricantes de VEs, entretanto, ainda não emitiu uma declaração oficial sobre a situação para definir possíveis soluções para o problema que já afeta tantos condutores.

Editores 4gnews recomendam:

Sabryna Esmeraldo
Sabryna Esmeraldo
Jornalista há mais de 10 anos, a Sabryna especializou-se a produzir conteúdos e tutoriais sobre aplicações e tecnologia. Consumidora de streamings e redes sociais, adora descobrir as novidades do mundo.